Publicidade
Tigre está entre as 10 empresas mais internacionalizadas do Brasil
08 de Junho de 2022

Tigre está entre as 10 empresas mais internacionalizadas do Brasil

Companhia atua em cerca de 30 países e tem 14 plantas no exterior

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

A Tigre, multinacional brasileira líder em soluções para construção civil e cuidado com a água, reforça seu compromisso de consolidar sua presença internacional.

Com uma história de 80 anos, a empresa, líder em soluções para construção civil e cuidado com a água, hoje atua em 30 países, tem 10 unidades no Brasil e 14 no exterior.

Publicidade

Essa trajetória de internacionalização foi destaque em pesquisa da Fundação Dom Cabral, que analisou outras 154 organizações. A Tigre ficou entre as dez empresas mais internacionalizadas.

Otto von Sothen, Presidente do Grupo Tigre afirma que, “Quando João Hansen criou a Tigre na década de 40, seu pioneirismo se tornou marca registrada da empresa. Ele anunciava que a Tigre seria diferente, inclusive quando levou tubos de PVC até a balsa que fazia a travessia para o Guarujá para comprovar que eles não enferrujariam”.

Investimento em produtos inovadores

A primeira unidade Tigre fora do Brasil foi a do Paraguai, numa época em que a maior parte das empresas brasileiras ainda não enxergava os benefícios da internacionalização.

A planta fabril é hoje conduzida por Miguel Reguera, Gerente Geral, que comenta a importância do trabalho em equipe para os diferenciais da empresa. “Há 45 anos, investimos em produtos inovadores em sistemas de condução de água. Somos a terceira maior empresa para se trabalhar e temos muito orgulho de pertencer e ser a unidade que iniciou a expansão da Tigre”, afirma.

Já na Argentina, a chegada da fábrica se deu em 1992. “Estamos muito felizes com os 30 anos no país, com fabricação própria. Entrar em um novo mercado é sempre um desafio. É preciso complementar nosso portfólio, adaptando-o à nova geografia e cultura. O fato de a marca ser conhecida é uma vantagem para entrar em qualquer mercado e o suporte gerado por ter processos corporativos robustos nos permite iniciar de forma mais estruturada”, conta Cristian Landa, Gerente Regional Centro-Sul da Tigre.

Vicente Smith, Diretor Executivo de Negócios USA conclui dizendo que, “A Tigre celebrou recentemente seus 80 anos e vem a cada dia renovando seu compromisso de expansão. Temos de lembrar a nossa chegada nos Estados Unidos em 2006, começando com o nosso Centro de Distribuição. Em apenas um ano, já tínhamos a Tigre USA, com a planta de Janesville, Wisconsin, hoje um segundo polo global de produção de conexões. A Tigre comprova, a cada dia, seu crescimento internacional sustentável”.

Foto:Pexels

Publicidade
Publicidade