Publicidade
DNA sonoro: Billboard Brasil lança app de análise de raízes musicais
17 de Abril de 2024

DNA sonoro: Billboard Brasil lança app de análise de raízes musicais

'DNA do Rock' mostra influência de Sister Rosetta Tharpe, a ‘mãe do rock and roll’, na música contemporânea

Publicidade

Quando o assunto é a origem do rock, os considerados ‘pais’ do gênero, entre eles Elvis Presley, Chuck Berry e Johnny Cash, se destacam.

No entanto, seu verdadeiro berço é representado por uma mulher: Sister Rosetta Tharpe. Reconhecida e reverenciada pelo trio, e demais pioneiros do estilo, como uma de suas maiores influências, a cantora, compositora e guitarrista americana desempenhou um papel fundamental na construção do rock’n roll. E para dar visibilidade à contribuição intergeracional da artista, a Billboard Brasil lança uma ferramenta inédita para realizar exames de DNA sonoros em músicas, identificando a contribuição de Rosetta nas composições.

Publicidade

DNA do Rock’, disponível nos formatos web e mobile, oferece uma experiência cultural imersiva ao permitir que os usuários mergulhem nas raízes musicais das produções, revelando conexões históricas e explorando a complexa rede de influências que moldaram o gênero ao longo do tempo.

A tecnologia funcionará da seguinte forma: ao acessar o aplicativo, o usuário poderá apertar um botão que identifica a música tocada, similar à tecnologia convencional para identificar um som. Depois de alguns segundos, um algoritmo calcula a porcentagem de influência da música de Rosetta Tharpe sobre o artista pesquisado, gênero musical, ritmo, estilo do canto, uso da guitarra elétrica, entre outras particularidades das suas produções, para mostrar quanto do ‘DNA’ da artista tem naquela composição. Além disso, para garantir o máximo de assertividade da ferramenta, os parâmetros serão definidos por Cristiano Pinheiro, produtor musical na Punch Áudio, e Gayle Wald, autora da biografia da artista, ambos especialistas no estilo e no legado de Tharpe.

“Está no DNA da Billboard Brasil fazer parte de projetos inovadores. Além de trazer uma proposta ousada ao identificar pequenos detalhes da música escolhida e compará-los ao legado da Rosetta, nós estamos homenageando uma artista que tem um papel fundamental na história do Rock, mas não recebe os créditos devidos. Queremos mostrar que a precursora desse estilo musical, que apresenta características tão masculinas, é na verdade uma mulher, considerada inspiração por grandes roqueiros do século passado e que, até hoje, tem seu DNA presente em canções contemporâneas”, conta Camila Zana, CMO da Billboard Brasil.

A mãe do rock e a fama 80 anos depois

Sister Rosetta Tharpe foi uma cantora, guitarrista e compositora norte-americana que desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento dos gêneros gospel, blues e rock’ n roll. Nascida em 1915, a artista começou a tocar guitarra e a cantar em igrejas quando ainda era criança, e suas habilidades excepcionais logo a transformaram em um grande nome do circuito musical.

Popularmente conhecida por ser uma das primeiras artistas gospel a alcançar sucesso comercial nos Estados Unidos, Tharpe se destacou ao usar distorção pesada em sua guitarra elétrica. Suas produções eram inovadoras para a época, incorporando elementos de blues e música popular, um estilo de tocas que influenciou muitos músicos posteriores, incluindo Chuck Berry, Aretha Franklin, Johnny Cash e Elvis Presley.

Considerada a ‘mãe do rock’, ainda é muito creditada em gravações que replicam seu estilo energético e sua habilidade única de fundir o secular e o sagrado. Mesmo assim, a cantora foi um dos nomes que mais sofreu as consequências do racismo e sexismo, sendo que suas obras alcançaram real visibilidade 80 anos depois do lançamento do seu primeiro sucesso, Rock Me, em 1938. Apenas em 2018, foi introduzida no Rock and Roll Hall of Fame que reconheceu a sua influência no meio. Tharpe faleceu em 1973, mas seu legado continua a inspirar músicos até os dias de hoje.

Rosetta continua como uma referência global no universo musical e move uma legião de fãs nas plataformas digitais, com mais de 5M visualizações na canção ‘This Train’, no Youtube, 72M plays em ‘When They Ring The Golden Bell’ e quase 200 mil ouvintes mensais no Spotify.

A ferramenta

Em razão de toda sua relevância, o aplicativo – idealizado pela AlmapBBDO – também serve como tributo à artista. A ideia é oferecer uma experiência educativa e inspiradora para os amantes da música em todo o mundo.

“É normal você ouvir uma discussão de quem é o pai do rock. Queremos fazer com que as pessoas saibam que Sister Rosetta Tharpe foi a verdadeira mãe do rock. E não existe melhor forma de fazer isso do que um exame de DNA”, comentam Rafael Reis e Victor Laars, criativos da AlmapBBDO.

A ferramenta pode ser baixada aqui.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Ficha Técnica:

Agência: AlmapBBDO

Campanha: DNA do Rock

Cliente: Billboard

Presidente e CEO: Filipe Bartholomeu

CCO: Luiz Sanches e Pernil

Diretores Executivos de Criação: Pedro Corbett

Direção de Criação: Eduardo Vares

Criação: Rafael Reis, Victor Laars

Projetos Especiais: Julia Newman, Marilia Alves

PR: AlmapBBDO, Giusti Creative PR e Mynd

Produção Audiovisual: Diego Villas Bôas, Aline Silva, Marcia Granja

Atendimento:  Julia Newman, Marilia Alves

Produção digital: Lilian Cavallini, Juliana Sousa e 20DASH

Motion: Victor Laars e Ricardo Chapira

Produtora de imagem: Acaca

Produtora de Som: Punch Audio

Produtor: Cristiano PInheiro
Head de atendimento: Lili D. Aragoni
Atendimentos: Alessandra Pais, Gabriela Takan

Coordenação de Produção: Cristiane Oliveira e Karina Coviello

Mixagem e Finalização: Gustavo Guanaes, Ian Sierra e Rodrigo Tuchê

Aprovação: Camila Zana e Debora Miranda

Publicidade
Publicidade