Publicidade
Campanha do Greenpeace inunda estádio de óleo como forma de protesto
05 de Setembro de 2023

Campanha do Greenpeace inunda estádio de óleo como forma de protesto

Nova campanha do Greenpeace faz um protesto contra as empresas de combustíveis que costumam patrocinar grandes eventos esportivos como, por exemplo, a Copa do Mundo de Rugby.

Publicidade

 

Para extrair o petróleo, a indústria de combustíveis demora quase quatro horas, quantidade que quase encheria um estádio de rugby, segundo a nova campanha do Greenpeace, na França.

Publicidade

Um dos pontos a serem levantados na campanha é o fato das empresas petrolíferas serem patrocinadoras de grandes eventos esportivos como tática para tirar a atenção para o impacto ambiental que elas causam.

Junto com a produtora Studio Birthplace, representada por Park Village no Reino Unido, a nova campanha do Greenpeace exibiu um vídeo antes da Copa do Mundo de Rugby de 2023, que, inclusive, tem o patrocínio da TotalEnergies.

 

Campanha do Greenpeace inunda estádio de óleo como forma de protesto

“Integridade, paixão, solidariedade, disciplina e respeito são características fundamentais deste esporte e correspondem aos valores da nossa empresa. Mais importante ainda, o rugby é organizado principalmente em torno de uma equipe, assim como a TotalEnergies: um coletivo de mulheres e homens comprometidos com a transição energética”, falou Patrick Pouyanné, presidente e CEO da TotalEnergies, antes de começar o evento, de acordo com o site The Drum.

Porém, Edina Ifticene, ativista do Greenpeace França, disse que a “integridade, paixão, solidariedade, disciplina e respeito – esses são os valores do rugby. Mas empresas de combustíveis fósseis como a TotalEnergies aproveitam esses valores ao patrocinar eventos desportivos populares como o Campeonato do Mundo de Rugby para distrair toda a gente da destruição climática. Entretanto, as empresas de combustíveis fósseis não deixarão de extrair combustíveis fósseis – mesmo sabendo que isso está a pôr em risco um futuro habitável para todos nós – porque gostam dos lucros recordes que estão a obter.”

 

Campanha do Greenpeace preenche o Stade de France de petróleo

Trazendo a comparação com a produção da indústria, no vídeo da campanha do Greenpeace, da França, chamado “TotalPollution: A Dirty Game” (“Poluição Total: Um Jogo Sujo”, na tradução literal), tem 60 segundos. O estádio escolhido para a animação foi Stade de France, o local onde será realizada a primeira partida entre a França e os All Blacks, da Nova Zelândia, no dia 8 de setembro.

Campanha do Greenpeace inunda estádio de óleo como forma de protesto

O conteúdo tem a voz de Seán Burke, um comediante e ator irlandês, e do Guillaume Meurice, que é comediante e colunista de rádio francês. O final do vídeo da campanha do Greenpeace mostra a destruição climática causada na realidade e como esta indústria destrói indiretamente o planeta.

“Queremos uma proibição total da publicidade de combustíveis fósseis e do patrocínio de grandes eventos desportivos. Não beneficia apenas as empresas de combustíveis fósseis e distrai deliberadamente todos da destruição ambiental que causam e das comunidades que prejudicam. Para um mundo mais seguro e mais justo, temos de acabar com a era dos combustíveis fósseis, começando com novos projetos de combustíveis fósseis que destroem o clima, antes que seja tarde demais”, disse Ifticene enfatizando a importância da nova campanha do Greenpeace.

Foto: Pexels

Publicidade
Publicidade