Publicidade
Situação crítica dos portos catarinense provoca reunião emergencial na FIESC
11 de Abril de 2024

Situação crítica dos portos catarinense provoca reunião emergencial na FIESC

Câmara de Transporte e Logística vai ouvir demandas do setor para subsidiar reunião em Brasília

Publicidade

 

Publicidade

 

No próximo dia 16 de abril será realizado na sede da Federação das Indústrias de SC (FIESC) uma reunião para debater medidas para minimizar os impactos no comércio exterior. A entidade vai promover reunião emergencial com representantes dos portos catarinenses, de entidades do transporte e logística e das indústrias afetadas pela situação crítica dos terminais marítimos do estado.

O encontro vai debater as demandas das empresas e dos representantes do setor, e também orientar para adoção de medidas visando amenizar os efeitos das dificuldades enfrentadas na movimentação de cargas pelos portos catarinenses.

De acordo com o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, o evento visa ouvir as partes negativamente impactadas pelo cenário preocupante no transporte marítimo e preparar subsídios para uma futura reunião com a Vice-Presidência da República, Agência Nacional de Transportes Aquaviários e o Ministério de Portos e Aeroportos, solicitada pela entidade em ofício enviado esta semana.

Um conjunto de fatores vem comprometendo o funcionamento dos portos de Santa Catarina e provocando prejuízos para a indústria catarinense, tradicionalmente exportadora e também dependente da importação de insumos relevantes para a produção industrial do Estado. “Os custos de frete e armazenagem têm subido, onerando as empresas e dificultando o cumprimento dos contratos internacionais”, alerta Aguiar.

A reunião emergencial está marcada para o dia 16 de abril, segunda-feira, às 9h e poderá ser acompanhada presencialmente ou de forma online. Os interessados podem se inscrever no link.

Foto: Portonave/Divulgação

Publicidade
Publicidade