Publicidade
3 aspectos das Relacões Públicas que você devería explicar aos seus clientes
12 de Julho de 2016

3 aspectos das Relacões Públicas que você devería explicar aos seus clientes

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

por  Fernanda Ramirez 

Muitas agências de RP falham com seus clientes desde o início, quando elas lhe apresentam propostas difíceis de alcançar. Em uma relação de trabalho é importante definir objetivos claros desde o início. E é melhor para um cliente de uma agência de relações públicas entender o que é e o que pode obter a partir de uma estratégia de comunicação.

Publicidade

Fazer falsas promessas gera mal-entendidos com muitos clientes desapontados e muitos olham empresas de RP como algo ruim para emergir. E, enquanto as relações públicas não podem garantir qualquer empresa vendendo um único produto, elas podem dar algo que é incrivelmente valioso, embora difícil de medir: reconhecimento e credibilidade.

Estes são três aspectos que, se você é publirrelacionista, deve deixar claro para seus clientes potenciais antes de estabelecer uma relação de trabalho:

– As relações públicas não são publicidade, mas são um bom complemento

– As relações públicas são utilizadas para proteger, melhorar ou construir a reputação com o público e uma boa RP analisa sua organização para encontrar as histórias positivas e interessantes que podem ser de interesse público e chamar a atenção dos meios de comunicação.

– As relações públicas não são a publicidade, oferta de produtos de qualidade, são histórias para a mídia, para convencer os repórteres e editores que suas informações sejam de qualidade para o seu público.

Se houver uma comunicação de crise, uma boa agência de relações públicas também pode formular a melhor resposta para mitigar os danos.

Os meios de comunicação têm sempre a versão final e você não pode forçá-los a publicar qualquer coisa

Dada a falta de funcionamento dos meios de comunicação, um cliente poderia cometer o erro de contratar uma agência de relações públicas para aparecer na mídia que você quer e como você quer. No entanto, a realidade é diferente. Eles consideram que o RP tem todo o poder para publicar no ambiente em que eles querem e não é assim.

Sempre são os jornalistas e editores que têm a decisão final e o respeito pelo seu trabalho. Portanto, os publirrelacionista não devem pressionar um meio para publicar. O poder da sua empresa reside na força de sua mensagem e na história para atingir o público desejado.

Você pode medir os resultados de sua estratégia de RP, mas não é uma ciência exata. A melhor maneira de medir se uma estratégia de relações públicas está trabalhando corretamente é, desde o princípio, pedir à sua agência de relações públicas que lhe apresente objetivos atingíveis e claros para você, como cliente, possa ver se eles se encontraram no tempo prometido.    

Os objetivos variam de acordo com o giro de sua empresa, mas alguns deles podem ser: ajudar a posicionar sua marca no top of mind de determinado público em um determinado período de tempo, ajudar na criação de uma preferência de marca, manter uma presença contínua na mídia e dar conhecimento de determinado produto para a opinião pública. Artigo publicado originariamente no Merca 2.0

Fernanda Ramirez é colunista do Merca 2.0

Publicidade
Publicidade