Publicidade
Fazer Acontecer | Sua Empresa está preparada para as Mudanças?
25 de Março de 2024

Fazer Acontecer | Sua Empresa está preparada para as Mudanças?

Use a Flexibilidade como diferencial competitivo.

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Berna Wagner 25 de Março de 2024 | Atualizado 25 de Março de 2024

Não é novidade para ninguém que a zona de conforto não faz nenhuma empresa crescer. O desafio diário de agências e empresas de marketing é conseguirem responder de forma rápida as mudanças que o mercado exige tanto nas definições de produtos quanto nas estratégias, ferramentas e metodologias.

As mudanças, embora muitas vezes vistas como obstáculos, são na verdade portas abertas para novas oportunidades, inovações e crescimento.

Publicidade

Mas a grande questão é: seu modelo de gestão favorece ou dificulta a sua empresa em usar essas mudanças como trampolins para o sucesso?

No conteúdo de hoje eu vou te mostrar como a gestão ágil vai preparar sua empresa para atender de forma assertiva as demandas que surgem de última hora e também como transformar cada nova mudança em uma oportunidade de ouro para atingir suas metas ou as metas dos seus clientes.

Ser ágil para responder as mudanças de mercado vai tornar sua empresa:

Antifragil: Diferente da resiliência, a antifragilidade implica em crescer mais forte diante das adversidades. Uma equipe antifrágil vê cada mudança e cada desafio como uma chance de superar suas próprias limitações e se destacar.

Assertiva: A agilidade não significa apenas rapidez, mas a capacidade de entregar soluções precisas e eficazes, que garantam o sucesso das ações planejadas.

Protagonista: Significa que sua equipe não só reage às mudanças, mas as antecipa, utilizando-as como oportunidades para impulsionar os resultados dos clientes.

Inovadora: Com gestão ágil a melhoria contínua tem espaço reservado na agenda. Isso garante que você esteja sempre colocando em prática as tendências que irão garantir mais produtividade e rentabilidade no seu negócio.

 

Orientações para sua empresa aplicar no dia a dia:

1. Capacidade Produtiva do seu time. Com base na minha experiência, identifiquei que dedicar 70% da carga horária da equipe para execução das tarefas é crucial. Isso assegura que teremos tempo para outras atividades que serão fundamentais para garantir a eficiência e estarmos preparados para responder de forma ágil/ assertiva as demandas que surgirem de última hora. O restante 30% da carga horária devem ser alocados com bloqueio de tempo diário para autogestão (falarei mais sobre isso em outro artigo), momentos de colaboração e trocas entre o time. Este espaço permite o alinhamento estratégico e estimula a visão holística do trabalho. É também um tempo reservado para lidar com alterações prioritárias ou demandas inesperadas, garantindo que a equipe possa responder de forma ágil e assertiva.

2. Feedback e Follow up Contínuo: Um aspecto crucial é o planejamento de entregas curtas, que permite uma adaptação rápida às mudanças através de um ciclo contínuo de feedback. Uma boa prática é incorporar aprovações iterativas ao longo do projeto. Isso significa que, em vez de aguardar o fim de um ciclo de desenvolvimento para avaliar e ajustar, agências e departamentos de marketing realizam entregas menores, que são constantemente revisadas e aprovadas. Este método promove uma dinâmica de trabalho colaborativa, reduz a necessidade de grandes retrabalhos e assegura que o produto ou serviço final esteja mais alinhado às expectativas do cliente, otimizando recursos e fortalecendo a relação com o cliente através de um envolvimento mais ativo em todo o processo. Estabeleça canais abertos de comunicação para feedback e follow up constante, tanto entre a equipe como também com o cliente. Isso permite ajustes em tempo real e assegura que a equipe esteja sempre alinhada às expectativas dos clientes e pronta para adaptar-se conforme necessário.

3. Urgência x Eficiência: Encare os “furos de pauta” como aliados da melhoria contínua. Eles são um sinalizadores de pontos que podem ser aperfeiçoados para um próximo projeto. Outro ponto importante é lembrar que o “furo de pauta” pode ser algo de extremo valor para seu cliente e pode se tornar um fator positivo para atingir as metas.

4. Estratégias de Priorização: Avalie o impacto e a complexidade de cada solicitação urgente para determinar sua priorização. Desenvolva e compartilhe um documento de critérios de priorização, assegurando que todos, desde gestores de projetos a equipes de atendimento, compreendam os princípios, valores e estratégias que orientam a tomada de decisões. Isso garante uma abordagem unificada e estratégica à priorização, especialmente em situações de mudanças de última hora.

Adotar uma cultura ágil nas agências e nos departamentos de marketing vai além de implementar metodologias; trata-se de cultivar uma mentalidade que vê flexibilidade como componente essencial para o crescimento sustentável. Esta abordagem promove uma equipe mais protagonista e adaptável, capaz de responder assertivamente as rápidas mudanças do mercado aproveitando as oportunidades.

E você? Conta para gente lá no instagram se já está aplicando algumas dessas ações e quais são suas conquistas ou desafios com este tema.

Me segue também no @bernawagnerpro e vamos juntos Fazer Acontecer.

Imagem: Freepik

 

View this post on Instagram

 

A post shared by AcontecendoAqui (@acontecendoaqui)

Publicidade
Publicidade