Publicidade
Durante Black Friday e Natal, publicidade mobile impacta muito mais os usuários
20 de Novembro de 2023

Durante Black Friday e Natal, publicidade mobile impacta muito mais os usuários

Com as duas datas mais importantes para o varejo chegando, as marcas precisam apostar em formatos que trarão mais retorno. Segundo pesquisa, publicidade mobile tem quase quatro vezes a atenção dos consumidores.

Publicidade

A pesquisa realizada pela Adsmovil chegou à conclusão de que 71% das pessoas têm intenção de comprar na Black Friday, que já é no dia 24 de novembro. A grande parte, 84% acham melhor fazer a compra utilizando o smartphone. Por este motivo, as marcas precisam pensar na forma de apresentar a publicidade mobile das suas ofertas para esta data.

Ainda, segundo o estudo, a maioria dos compradores são homens que possuem entre 25 e 44 anos. A categoria de moda e têxtil é a que sai na frente, com 61% das intenções de compras. Em seguida, eletrônicos (55%) e, na terceira posição, está o segmento de cosméticos.

Publicidade

Cada vez mais os smartphones são itens essenciais no momento da compra de um produto ou até mesmo de um serviço. De acordo com dados da pesquisa, esta ferramenta é o canal preferido dos consumidores que optam por fazer compras online. Para termos uma ideia, quase metade das compras realizadas na Black Friday aconteceram através de um dispositivo móvel.

Quais formas impactar os usuários com a publicidade mobile?

Mesmo com as incertezas econômicas que o mundo inteiro vive, a Black Friday e o Natal são grandes oportunidades e, de alguma forma, as marcas precisam investir em formatos que irão impactar os usuários e trazer um retorno. É aí que entra a importância de apostar em publicidade mobile. Afinal de contas, os consumidores estão o tempo todo com os seus smartphones na mão.

Um ponto levantado pelo Puro Marketing, é que, mesmo de toda relevância que as redes sociais, já que tem bilhões de usuários todos os dias navegando em seus perfis, ela não proporciona um grande destaque ao anunciante. Diferente dos jogos mobile, que podem gerar mais possibilidade de engajamento.

Ainda sobre os jogos mobile, diferente do que podemos imaginar, o público que opta por este tipo de entretenimento é muito amplo e bem heterogêneo. Fora que estas plataformas de jogos mobile perdem apenas para o YouTube (36 minutos) quando olhamos os minutos que as pessoas gastam o seu tempo. Depois disso, TikTok e Facebook estão com o tempo empatados, 19 minutos cada.

A publicidade mobile em uma plataforma de jogos, por exemplo, dará a oportunidade de a marca personalizar a experiência e as peças publicitárias, de acordo com o consumo de cada usuário. Lembre-se: os consumidores esperam ser impactados por algo relevante, então, não publique conteúdo da marca apenas para cumprir uma “tabela”.

Foto: Pexels

Publicidade
WhatsApp
Junte-se a nós no WhatsApp para ficar por dentro das últimas novidades! Entre no grupo

Ao entrar neste grupo do WhatsApp, você concorda com os termos e política de privacidade aplicáveis.

    Newsletter


    Publicidade