Publicidade
Compram-se parafuso, porca, papel higiênico, rebimboca da parafuseta e propaganda… só faltou sexo.
17 de Julho de 2016

Compram-se parafuso, porca, papel higiênico, rebimboca da parafuseta e propaganda… só faltou sexo.

Publicidade

por Francisco Madia*

O mercado publicitário ficou surpreso com o convite que a VolksWagen distribuiu para as agências de propaganda convidando para participarem de uma concorrência que visa a escolha de uma nova agência de propaganda. Por que a reação de espanto do mercado? Para saber leia a seguir o texto primoroso de Francisco Alberto Madia de Souza publicado no PropMark com o qual este portal concorda inteiramente.

Publicidade

“Definitivamente a propaganda vive seu pior momento em nosso país. Talento, qualificação, preparo, competência, criatividade, técnica, décadas de vida e experiência, compradas da mesma forma que se compra BANANA! Nada contra as deliciosas bananas, mas, e simplesmente, patético.

NO PROPMARK que começou a circular hoje vem a notícia que, depois de 56 anos de serviços de excepcional qualidade prestados pela ALCANTARA MACHADO, depois ALCANTARA MACHADO, PERISCINOTO, depois ALCANTARA MACHADO, PERISCINOTO BBDO, e mais recentemente ALMAP BBDO, a divisão de compras da empresa – um megabagulho inventado pelas auditorias transformadas em consultorias e que confundem pinga de terreiro abandonada na esquina do brejo com a CACHAÇA assinada por ANISIO SANTIAGO e produzida em SALINAS, MG – manda convite para algumas agências disputarem, talvez no braço, a conta publicitária da VOLKS.

Segundo PROPMARK a carta convite é assinada por ANDREA PINTO, gerente da área de “procurement” – um nome metido para uma atividade medíocre quando feita como é feita hoje nas grandes corporaçãoes -. Segundo PAULO MACEDO que assina a matéria, a carta “pedia, caso houvesse interesse, que fosse preenchido um formulário com dados como CNPI”… “A fonte diz ainda que o processo concorrencial é tratado como de rotina: fornecedores regulares de todas as áreas são reavaliados em períodos especificados nos respectivos contratos…”

QUE MERDA!

Já vejo os profissionais da própria ALMAPBBDO, da OGILVY, da LDC e da Y&R, as empresas que receberam a carta convite, na mesma fila de todos os demais fornecedores da empresa na expectativa do recebimento do briefing e participando de um processo ridículo, medíocre, burro, estúpido, em todos os sentidos e dimensões, e sob qualquer ângulo de análise minimamente iluminado.

As mega corporações definham. Fazem parte de um mundo velho vivendo os momentos derradeiros de suas existências. Esse tipo de modelo organizacional, de comportamento, não faz mais o menor sentido nos dias de hoje. Megas estruturas burocráticas só produzem decisões erráticas e extemporâneas.

Por esses e outros motivos que hoje a VOLKSWAGEM, apenas nos Estados Unidos, e reconhecendo sua absoluta falta de respeito e ética, e crime hediondo contra o meio ambiente, concordou com as autoridades locais a oferecer aos 480 mi carros a diesel – criminosamente contaminantes por decisão comercial da própria VOLKS – a recomprar os veículos ou indenizá-los com “SUBSTANCIAIS COMPENSAÇÕES”.

Bye bye, velho mundo. Já vai tarde. Madia.”

Francisco Alberto Madia de Souza, é um dos maiores consultores de Marketing do Brasil e presidente do MadiaMundoMarketing

Publicidade
Publicidade