Publicidade
Associação Brasileira de Anunciante lança guia sobre ética de dados
13 de Junho de 2024

Associação Brasileira de Anunciante lança guia sobre ética de dados

O documento é exclusivo para associadas da entidade,

Publicidade

A Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) lançou o Guia ABA “Promovendo uma Cultura de Ética de Dados: Apoiando os profissionais do marketing a incentivarem suas organizações a fazerem a coisa certa em relação ao manejo de dados”. O documento, exclusivo para associadas da entidade, foi lançado durante a reunião do GT Privacidade e Proteção de Dados da entidade nesta quinta-feira (13) e visa ser uma bússola para orientar profissionais de marketing e de mídia a entenderem suas responsabilidades e a incentivarem suas organizações a fazerem a coisa certa em relação ao manejo de dados, para que a ética de dados se torne parte integral da cultura das organizações.

Com o objetivo de auxiliar as organizações nesse processo, a ABA apresenta neste documento, uma tradução livre de sua versão original “Fostering a Culture of Data Ethics: A guide to help marketing professionals encourage their organisation to do the right thing with data”, elaborada pela WFA – World Federation of Advertisers, sponsored by seus Comitês Jurídico, de Sourcing e do GT Privacidade e Proteção de Dados, seis etapas práticas que cada organização pode adotar para promover uma cultura de ética internamente e disseminar as boas práticas relacionadas ao manejo de dados entre suas equipes de marketing.

Publicidade

Nelcina Tropardi, Presidente da ABA e Diretora Geral de Jurídico, RelGov, ESG e Compliance da Dasa, comenta que “Ao longo deste guia, exploraremos os princípios fundamentais da ética de dados, abordaremos as questões éticas mais relevantes no contexto da publicidade e forneceremos orientações práticas para garantir que a ética de dados seja não apenas uma preocupação periférica, mas sim um pilar central na condução dos negócios.”

Livia Duarte de Barros, Presidente do Comitê de Sourcing da ABA e Gerente Sênior de Compras de Marketing e Varejo do Grupo Boticário, complementa que “Com esse material os profissionais desse segmento terão informações relevantes para mitigar riscos de exploração ilegal de dados e algumas das sugestões para isso são: buscar o desenvolvimento de práticas éticas de tratamento de dados; entender junto a times capacitados qual a melhor tecnologia a ser utilizada, direcional de que maneira os fornecedores utilizam os dados, dentre outras ações. Nessa linha, o Guia auxilia a construção de um caminho mais responsável para o setor de anúncios digitais.”

 

Ética acima de tudo

Para Ana Carolina Pescarmona, Presidente do Comitê Jurídico da ABA e Legal Senior Executive Director – Latin America na COTY, “Desde o planejamento de coleta desses ativos, até o armazenamento, processamento, disseminação, compartilhamento e uso dos dados, é necessário contar com a ética de dados como balizadora. Mais do que reconhecer a necessidade de integrar a ética de dados em suas atividades de marketing, reafirmamos a importância de promover uma cultura interna que esteja fundamentada no uso ético e responsável de dados. E, para isso, é preciso criar internamente uma narrativa harmonizada sobre a importância do uso responsável e ético desses ativos.”

Segundo Caroline Cavassin, Líder do GT Privacidade e Proteção de Dados da ABA e Senior Legal Counsel Brazil – Beauty & Welbeing | Data Privacy Brazil da Unilever, “Para que esse cenário mude, é hora de reconhecermos que a ética de dados não é apenas uma obrigação regulatória, mas sim um imperativo moral e uma oportunidade para estabelecermos confiança e respeito com nossos clientes e comunidades. Este guia é um convite para que cada organização se comprometa com a construção de uma cultura de dados ética, responsável e sustentável.”

Além disso, Sandra Martinelli, CEO da ABA, reforça a importância de disseminar este tipo de documento, “Somos movidos pelo nosso propósito de “mobilizar o marketing para transformar os negócios e a sociedade” e seguimos atentos às essas tendências regulatórias e temas diversos, que impactem a rotina e os negócios dos anunciantes. Pelo segundo ano consecutivo, lançamos um material exclusivo para os nossos associados, que aborda a ética de dados. Já que em junho de 2023, lançamos o “Guia CMO para Ética de Dados na Prática”, com sugestões de boas práticas e ações-chave que todo CMO deve consultar para fazer a transição para modelos mais éticos, pró-usuário e mais bem alinhados com as expectativas do consumidor”.

Publicidade
WhatsApp
Junte-se a nós no WhatsApp para ficar por dentro das últimas novidades! Entre no grupo

Ao entrar neste grupo do WhatsApp, você concorda com os termos e política de privacidade aplicáveis.

    Newsletter


    Publicidade