Publicidade
Veja as tendências de SEO para ficar de olho neste ano, apontadas pela Another
11 de Janeiro de 2022

Veja as tendências de SEO para ficar de olho neste ano, apontadas pela Another

Especialista resume os principais pontos para a otimização de conteúdo nos motores de busca

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

2021 terminou, mas deixou muitas surpresas no mundo virtual. O Google, buscador favorito no mundo, com 92% de participação no mercado, está preparando o mundo do marketing digital com modelos e tendências que vão impulsionar a forma de se atingir públicos-alvo e posicionar as marcas na rede.

A another – agência regional independente de comunicação – resume o que está por vir neste ano em relação a Search Engine Optimization (SEO) ou, na tradução para o português: Otimização para Motores de Busca.

Baseada no eBook do Search Engine Journal SEO Trends 2022, Eugenia Macedo, especialista em Inbound Marketing na another, destacou dez principais pontos para a otimização de conteúdos, a fim de posicioná-los melhor nos motores de busca. Algumas das previsões mais interessantes, que dominarão o rumo do posicionamento orgânico, são:

Intenção do usuário

A relação entre o target e as palavras-chave buscadas sempre existiu, mas além disso, é preciso pensar sobre a intenção ao se pesquisar. Essa estratégia de posicionamento orgânico nos mecanismos de busca ajuda a construir uma experiência mais holística dentro das ações de marketing.

“Para determinar a intenção do usuário é fundamental examinar as palavras-chave que ele usa: são perguntas ou comparações? Há uma intenção de compra nas suas frases?”, comenta Eugenia.

 

Conteúdo de qualidade

O SEO é formado por muitos fatores e, dentre eles está o conteúdo. Não se concentre apenas em criar muito material, é melhor pesquisar e compreender os interesses do seu público-alvo, organizar os tópicos e priorizar com base nos objetivos de negócios.

 

Localização de SERPs

Para 2022 uma das tendências que já vem desde 2021 é a localização do conteúdo nas páginas de resultados. É preciso olhar os termos-chave de busca que incluem conteúdo localizado como, por exemplo: (x vendas online) Brasil. Por isso é importante ter materiais localizados no caso de ser uma marca global.

 

Imagens e conteúdo visual

O Google anda de mãos dadas com o seu consumidor e muitos de seus usuários são, cada vez mais, jovens e se identificam com um conteúdo mais atraente, imediato e visual. O Google Lens permite aos consumidores buscar produtos com apenas uma foto no celular. Em relação a isso, Eugenia Macedo recomenda: “o ideal é ter todas as imagens otimizadas e com Alt+Text”.

 

Automação

Toda estratégia de marketing leva tempo e SEO não é algo que se consegue em uma semana, ele é uma tarefa de meses ou até anos. Tendo isso em mente, parece que o tempo dos especialistas é curto. Desta forma, espera-se que diferentes plataformas automatizadas apontem erros de SEO ou boas práticas em um site sem ter de passar um por um, como é a prática atual.

 

Mobile user experience

A importância de ter um site otimizado para as telas de dispositivos móveis se torna mais vital para a geração de tráfego orgânico. Embora isso não surpreenda, ainda é relevante para os próximos anos. Inclusive o Google introduziu novas ferramentas para ajudar na otimização de sites na versão mobile.

 

Sustentabilidade

As ações na internet têm uma pegada digital de carbono e, de acordo com diversos estudos, uma busca no Google emite entre cinco e sete gramas de CO2. Por isso, os sites devem ser mais ecológicos, e essa é uma tendência sobre a qual devemos estar cientes, pois é certo que haverá ações que visam a este propósito.

 

E.A.T (Expertise.Authority.Trust)

Essas três letras representam tudo o que um conteúdo deve oferecer ao consumidor: o autor deve ser mostrado como especialista no assunto e seus materiais devem refletir a autoridade e a credibilidade das informações que estão sendo fornecidas aos consumidores.

 

Indexação

Os motores de busca processam e armazenam informações que encontram em um índice, que é um enorme banco de dados com todo o conteúdo que descobriram e consideram bom o suficiente para mostrar aos buscadores. As otimizações são comuns, portanto, ao indexar um site e seu conteúdo, os motores de busca são informados sobre o material a ser exibido.

 

Machine Learning e linguagem natural

Deve-se aproveitar a coleta de dados e encontrar uma forma ideal de combinar toda a informação com a geração de linguagem geral e a relação com as palavras-chave dos consumidores, a fim de poder escalar a criação de conteúdo.

 

Publicidade
Publicidade