Publicidade
Qual a importância de exibir um anúncio durante o Super Bowl?
18 de Janeiro de 2022

Qual a importância de exibir um anúncio durante o Super Bowl?

Booking.com e Expedia já estão na lista de marcas que irão exibir seus anúncios

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Foto:Pexels

O avanço da vacinação contra o novo Coronavírus se expande e a economia dos países também está voltando ao “normal”. Dando sequência a isso, algumas marcas do ramo de viagens já estão usando o Super Bowl, grande final do futebol americano, para dar um “up”. Exemplo disso é o Expedia e o Booking.com, que na semana passada anunciaram planos para exibir anúncios de 30 segundos no dia 13 de fevereiro.

Publicidade

“Não acho que precisamos criar demanda por viagens – todo mundo está morrendo de vontade de voltar a uma vida normal”, disse Jon Gieselman, que se juntou à Expedia Brands como presidente no ano passado e decidiu imediatamente em agosto trabalhar no local do Super Bowl, criado com Anomaly. “Mas precisamos comunicar razões claras pelas quais as pessoas devem viajar conosco”, ressalta.

A Expedia está planejando um anúncio focado na experiência, programado para ser veiculado no quarto trimestre. A Vrbo, a marca de aluguel de temporada de propriedade da Expedia, também exibirá um anúncio pré-jogo de 60 segundos. A Booking.com fará um comercial , também no quarto trimestre, seu primeiro anúncio de Big Game.

Os altos e baixos referentes à Covid estão abrindo caminho para mais publicidade, o que pode ajudar as marcas de viagens a comunicar aos consumidores que as viagens são seguras, apesar das novas variantes do Coronavírus.

Aumento de gastos com publicidade

De janeiro a outubro do ano passado, o gasto total com publicidade das empresas de viagens aumentou 38% em comparação com o mesmo período do ano anterior, para US$ 2,3 bilhões, de acordo com a MediaRadar, uma plataforma de inteligência de publicidade. A maior parte desses gastos, ou US$ 1 bilhão, foi dedicada a anúncios digitais, descobriu o MediaRadar; apenas US$ 583 milhões foram gastos na TV.

O Google aumentou as ofertas de viagens nos últimos anos, bem como de fornecedores como hotéis, que incentivaram os clientes a fazer reservas diretamente. Para esse fim, as plataformas de viagens buscam receita além das comissões e investem menos dinheiro em publicidade nas pesquisas.

“O custo e o retorno do marketing de busca caíram bastante”, disse Reid. “Mesmo antes da pandemia, [agências de viagens on-line como Booking e Expedia] disseram que tirariam dinheiro da pesquisa e colocariam em amplas ferramentas de conscientização.” Ele acrescentou que essas marcas “não se tratam apenas de obter essa reserva de baixo funil – trata-se de ser uma plataforma de agregação e monetizar o tráfego de outras maneiras, outros tipos de receita de referência, modelos de conteúdo e modelos de fidelidade”.

Reid estima que os viajantes usam mais de 20 sites para pesquisar uma viagem antes de reservar. A estatística destaca a necessidade de um amplo impulso de marca que um anúncio do Super Bowl, assistido por milhões, proporcionaria. “Eles podem pagar – o apelo ao mercado amplo”, disse ele. “Eles podem justificar mais facilmente o custo e a ampla distribuição que você cria com um comercial do Super Bowl.”

Oriundo AdAge

Publicidade
Publicidade