Publicidade
Ministério do Turismo lança novos episódios da websérie Rotas Criativas do Brasil
17 de Janeiro de 2022

Ministério do Turismo lança novos episódios da websérie Rotas Criativas do Brasil

Florianópolis, Belo Horizonte e Paraty são reconhecidas pela Unesco como Cidades Criativas na gastronomia

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

A riqueza de ingredientes e a diversidade culinária de três destinos turísticos do país são as atrações de novos episódios da websérie Rotas Criativas do Brasil, divulgados no perfil do Ministério do Turismo no YouTube. Os vídeos retratam as virtudes singulares de Belo Horizonte (MG), Florianópolis (SC) e Paraty (RJ), reconhecidas como Cidades Criativas na gastronomia pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Confira AQUI os vídeos, que contam com depoimentos de chefs e empreendedores do setor turístico.

Publicidade

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destaca a relevância da culinária para a movimentação de visitantes no território nacional. “Com uma imensa biodiversidade, o Brasil oferece ao turista uma infinidade de ingredientes, sabores e saberes únicos, que tornam a gastronomia um dos itens mais desejados do viajante. O nosso objetivo é evidenciar cada vez mais a variedade culinária do país e reforçar a atratividade dos destinos de todo o país”, explica.

 

Capital catarinense

O vídeo de Florianópolis ilustra a influência açoriana na gastronomia da “Ilha da Magia”. Para além das praias e festas, a gravação mostra que a capital de Santa Catarina desfila um cardápio “manezinho” recheado de frutos do mar em inúmeros restaurantes. Há espaço, também, para os encantos da área rural e alternativas de visitação, a exemplo de antigos engenhos de farinha de mandioca e charcutarias, onde é possível vivenciar o dia a dia local.

O chef Narbal Corrêa, do Puro Oysterbar, ressalta a contribuição de pescadores à culinária de Floripa “Quando eu era pequeno, com meu pai, a gente ia na Lagoa da Conceição e o dono do restaurante perguntava: ‘o senhor vai querer camarão?’’ Ele (o pescador) pegava a tarrafa, tarrafeava ali na frente e levava para servir a gente. Ali nasceram pratos tradicionais daqui, como a sequência de camarão e o caldo de peixe. Tudo nasceu na beira da praia”, salienta.

“Somos a primeira cidade criativa em gastronomia da UNESCO no Brasil, com uma qualidade e variedades incríveis, tanto nos insumos como no serviço. A gastronomia é um elemento fundamental para o desenvolvimento do turismo, inclusive na baixa temporada, por isso a união de esforços do podes público com o trade entidades do setor têm promovido campanhas de promoção para os possíveis turistas ao mesmo tempo em que possa sensibilizar a população local quanto à chancela da UNESCO”, enfatiza Vinicius De Luca, superintendente de turismo da Prefeitura.

 

Publicidade
Publicidade