Publicidade
Carro ocupa o 2º lugar na planilha mensal de despesas das famílias da Região Sul
16 de Janeiro de 2024

Carro ocupa o 2º lugar na planilha mensal de despesas das famílias da Região Sul

Segundo levantamento, 7 a cada 10 pessoas utilizam o veículo todos os dias

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Uma pesquisa, divulgada em janeiro pela Serasa em parceria com o instituto Opinion Box mostra que, o automóvel ocupa o 2º lugar na planilha mensal de despesas das famílias da Região Sul, perdendo apenas para a alimentação.

De acordo com o levantamento que ouviu 354 pessoas em Santa Catarina, no Paraná e Rio Grande do Sul, 66% dos lares mantêm os gastos com o automóvel entre os três mais altos do orçamento mensal – a alimentação é a principal despesa para 81% das famílias e, em terceiro, estão as contas da casa (61%).

Publicidade

Funções mais usuais do automóvel
A pesquisa revela ainda que 56% das pessoas na Região Sul consideram o automóvel um patrimônio da família e 7 a cada 10 entrevistados utilizam seus carros diariamente. Para os moradores dos três estados, as funções mais usuais do automóvel são: compras e tarefas do dia a dia (80%), passeios em fins de semana (77%), locomoção para o local de trabalho ou estudo (71%), locomoção dos filhos ou familiares (56%) e viagens de turismo (55%).

Quanto à intensidade de uso, 40% dos entrevistados dizem que intensificaram a utilização do carro nos últimos 12 meses, 41% afirmam que não aumentou nem diminuiu e 19% estão usando menos o automóvel. Entre os moradores da Região Sul que reduziram o uso, os principais motivos são trabalho em home office (29%), preço do combustível (26%), opção pela caminhada (17%) e fuga do estresse do trânsito (16%).

Atualmente, 6 em cada 10 carros comprados na Região Sul são seminovos, contra 36% de veículos que saem zero quilômetro das concessionárias. As principais razões para a compra do carro são o conforto (73%), a eficiência (64%) e a economia de tempo (51%) no deslocamento. Seis a cada 10 carros comprados são através de algum tipo de financiamento, ante 38% adquiridos à vista.

Cobrado anualmente, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é uma dor de cabeça para parte dos motoristas. O estudo revela que 22% dos moradores da Região Sul ainda não se planejaram ou não sabem como vão pagar o IPVA 2024.

Foto:Freepik

Publicidade
Publicidade