Publicidade
Santa Catarina ganha uma nova vinícola | Estilo italiano em terroir de altitude
15 de Março de 2016

Santa Catarina ganha uma nova vinícola | Estilo italiano em terroir de altitude

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Na última sexta-feira, 12/03, foram inauguradas em São Joaquim, na Serra Catarinense, as instalações da Vinícola Leone di Venezia, do empresário Saul Bianco, ex-executivo da Souza Cruz em Santa Catarina. O empreendimento segue a linha arquitetônica italiana e está equipado com maquinário de última geração e alta tecnologia garantindo produção com padrão de excelência. O evento de inaguração foi muito prestigiado por lideranças empresariais e políticas do Estado, inclusive com a presença do Governador Raimundo Colombo que concedeu uma entrevista para o portal, em que faz balanço do setor vitivinicultor.

Atração turística
A vinícola Leone Di Venezia é mais uma opção que o turista encontra na Serra Catarinense. Ela conta com área de recepção para enoturismo, área de vinificação e quatro apartamentos. Os visitantes podem praticar o turismo de experiência e, também, participar da colheita de uvas e outras atividades. 

Publicidade

Portfolio
Vinhos Brancos
GEWURZTRAMINER – 2013
GARGANEGA – 2013

Vinhos Tintos Varietais
SANGIOVESE – 2013
MONTEPULCIANO – 2012
REFOSCO DAL PEDUNCOLO ROSSO

Vinhos Tintos Assemblage
MINIM MIX- 2013 (NOME PROVISÓRIO)
SUPER MIX – 2013 (NOME PROVISÓRIO)

Espumante
Ainda em fase experimental.

Uvas plantadas
Tinatas – Sangiovese, Montepulciano, Refosco, Primitivo, Rondinela, Corvina e Molinara, além das variedades Aglianico, Nero D’avola, Lagrein (em produção experimental) e as brancas, Garganega, Gewurztraminer, Grechetto e Vermentino.

Enoturismo
As novas instalações da vinícola incluem um receptivo com área de degustação, um pequeno restaurante com funcionamento aos finais de semana e quatro apartamentos, no estilo das cantinas familiares italianas.

História
Itália, final do século XIX, a unificação do estado italiano e a industrialização do país causou uma crise na área da agricultura, a qual incentivou a migração de muitos italianos para o Brasil, deixando vilas inteiras vazias. Com pouca bagagem, mas carregando sua enorme paixão pelo vinho, a família Bianco instalou-se em uma das colônias de Caxias do Sul/RS.
Guerino Bianco, avô de Saul Bianco – fundador da Vinícola – acompanhou seus pais originários da cidade de Vicenza, Região do Veneto, na grande corrente migratória para o Brasil, onde manteve viva as tradições italianas, sendo uma delas a produção do seu próprio vinho. Com sua habilidade de trabalhar com madeira, iniciou a produção de pipas e barricas para armazenagem do vinho e, criou posteriormente, sua própria empresa, que teve continuidade garantida pela família e chegou a tornar-se a mais importante no mercado de recipientes para vinhos da Região Colonial Italiana do Rio Grande do Sul.

Publicidade
Publicidade