Publicidade
ARTIGO | Dia do Consumidor: 5 Estratégias de prevenção e proteção
15 de Março de 2024

ARTIGO | Dia do Consumidor: 5 Estratégias de prevenção e proteção

A data oferece uma oportunidade de fortalecer a relação de confiança entre empresa e consumidor

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Por Rubens Leite*

No universo do comércio, a relação entre consumidor e empresa é vital. Entretanto, essa relação pode ser abalada por práticas fraudulentas que prejudicam os consumidores e mancham a reputação das empresas. Segundo estudo feito AllowMe, icarros Itaú, OLX, Unico, Who e Zoop, durante janeiro a setembro de 2023 ocorreram cerca de 80 mil golpes na compra e venda on-line de produtos, diante desse cenário, o Dia do Consumidor nos leva a refletir sobre as melhores práticas de proteção e prevenção.

Publicidade

A melhor forma das empresas protegerem seus consumidores é criar mecanismos de prevenção. Esse mantra deve ser adotado para garantir a segurança e a confiança dos consumidores. No entanto, para alcançar esse objetivo, é necessário seguir uma série de passos estratégicos, veja 5 deles a seguir:

1 – Conscientização e Transparência: O primeiro passo é a conscientização. As empresas devem buscar uma comunicação transparente e direta sobre as políticas de desconto, cupons e promoções. É essencial que os consumidores possam identificar com facilidade campanhas suspeitas, isso pode ser feito através dos diversos canais de comunicação da empresa, como sites, redes sociais e e-mails informativos.

2 – Validação e Acesso às Campanhas: O segundo passo é a validação. Os consumidores precisam ter acesso fácil às campanhas promocionais que estão sendo praticadas. Isso permite que possam verificar a veracidade das ofertas e, assim, evitar possíveis fraudes, ao facilitar esse acesso a empresa constrói uma relação de confiança com seu consumidor.

3 – Ação Rápida e Eficiente: Diante de alguma suspeita de campanha fraudulenta, é preciso agir rápido, e isso implica utilizar mecanismos de comunicação ágeis, como redes sociais, assessoria de imprensa e e-mails, além, é claro, de recorrer a medidas jurídicas para buscar a interrupção imediata dos atos ilícitos. Essa pronta resposta demonstra o compromisso da empresa com a proteção dos consumidores e contribui para evitar danos maiores.

4 – Prevenção de Fraudes e Gestão de Crise: As tentativas de fraude podem assumir diversas formas, desde fraudes financeiras até fraudes focadas em captação de dados. Um programa de integridade focado em segurança da informação, proteção de dados e com políticas adequadas de comunicação com o cliente se torna essencial para mitigar esses riscos. Além disso, a empresa deve estar preparada para lidar com crises, mantendo uma estrutura sólida de gestão de crise que permita uma resposta rápida e eficiente diante de situações adversas.

5 – Eficiência na Prevenção:Por fim, é importante ressaltar que as medidas de prevenção de fraude possuem eficiência quando são aplicadas em conjunto. Somente uma série de iniciativas preventivas em conjunto poderá mitigar os riscos de fraude contra os consumidores e evitar repercussões jurídicas negativas. A união de esforços de conscientização, validação, ação rápida e eficiente, além de políticas de prevenção de fraude e gestão de crise, forma a base sólida para proteger os consumidores e preservar a integridade das empresas.

Em suma, o Dia do Consumidor não é apenas uma data para oferecer descontos e promoções, mas também uma oportunidade para fortalecer a relação de confiança entre empresa e consumidor, implementando medidas eficazes de prevenção e proteção contra práticas fraudulentas. Somente através de um compromisso conjunto, empresas e consumidores podem garantir um ambiente seguro e transparente para o comércio.

*Rubens Leite é advogado e sócio-gestor da RGL Advogados e especialista em LGPD.

Foto: Pexels

Publicidade