Publicidade
Coluna Jaime De Paula | Seu smartphone pode estar com os dias contados
18 de Março de 2021

Coluna Jaime De Paula | Seu smartphone pode estar com os dias contados

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Jaime de Paula 18 de Março de 2021 | Atualizado 18 de Março de 2021

 

Pense em tudo o que você faz hoje a partir do seu telefone celular. Pense um pouco mais, tem muita coisa… agora  faça o exercício mental de se imaginar sem esse aparelho nos próximos anos. Parece difícil, mas a tendência é essa e o motivo tem nome: 5G – a nova geração de rede de internet móvel.

Publicidade

 

O 5G vai usar faixas de frequência mais altas da telefonia para funcionar, poderá ser 100 vezes mais rápido que o 4G e terá capacidade de permitir a conexão simultânea de mais de 1 milhão de aparelhos por metro quadrado. Os equipamentos vão reagir muito mais rápido aos comandos. Estaremos conectados a tudo o tempo todo e isso vai transformar a forma como vivemos, aprendemos, trabalhamos e nos divertimos.

 

E provavelmente a tela de um celular será um espaço demasiadamente limitado para o potencial dessa nova tecnologia – especialmente se aliada à inteligência artificial. As redes sociais, por exemplo, devem se transformar completamente e levar os indivíduos de espectadores a participantes, com interação por meio de realidade virtual. Os implantes tecnológicos são outra ameaça ao reinado do smartphone.

 

Com a velocidade de conexão e a evolução das assistentes virtuais, nossa vida cotidiana deve ser radicalmente transformada. Será perfeitamente possível, por exemplo, dirigir um carro à distância ou comandar aparelhos eletrodomésticos para que executem serviços em casa antes de chegarmos.Ou ainda, conectar veículos a sinais de trânsito e pedestres. Fábricas sem cabos poderão planejar plantas completamente diferentes para seus maquinários.

E não estamos tão longe assim de ver isso acontecer. Grandes empresas globais, como Skyworks, Amazon e SpaceX já investem pesado e projetam redes capazes de cobrir o planeta inteiro por meio de constelações de pequenos satélites que orbitam mais próximos da Terra.

 

Quando falamos em planeta inteiro, estamos falando também de regiões remotas e rurais que hoje não contam nem com sinal básico de internet. Isso já abre outro exercício de imaginação sobre o potencial de inclusão e desenvolvimento. Nos locais hoje já urbanizados e cobertos por boa internet, veremos nascer verdadeiras cidades inteligentes com a internet das coisas, em que equipamentos urbanos “conversam” e interagem melhorando a experiência em serviços públicos e privados. A medicina também terá um leque imensamente maior de possibilidades.

 

Muitas outras aplicações virão e ainda não temos amplitude para prevê-las. O centro de tudo isso é a melhora da experiência humana com a tecnologia. Claro que haverá barreiras a transpor. Junto com a mudança virá a discussão sobre a proteção de dados e as limitações de estrutura, já que para o 5G oferecer a velocidade, é preciso chegar com a fibra óptica na antena. Do mundo da imaginação para a realidade do Brasil, teremos as questões burocráticas para vencer. Ainda assim, o Governo Federal projeta que ainda neste 1º semestre aconteça o leilão aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e que prevê o 5G começando a funcionar nas capitais em julho de 2022 e nas demais cidades com mais de 30 mil habitantes em julho de 2029.

 

Quando tudo começar a dar certo, as redes 5G vão expandir enormemente os serviços sem fio de banda larga, partindo da internet móvel para a internet das coisas. O nosso hoje indispensável smartphone pode se tornar mais um objeto obsoleto, quanto tantos que já tivemos. Quem é da minha geração sabe o quanto já dependemos do disquete. Talvez alguns leitores deste artigo nunca tenham precisado de um.

 

Obrigado pela leitura e até a próxima!

 

Pra quem quiser se aprofundar no tema, deixo links de duas matérias, uma bem didática, sobre o que é o 5G e como vai funcionar no Brasil, e outra com pegada mais futurística. Por fim, um vídeo demonstrativo da Skyworks sobre as possíveis aplicações do 5G.

https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2021/03/12/guia-do-5g-quando-a-tecnologia-chegara-ao-brasil-veja-perguntas-e-respostas.ghtml

https://www.estadao.com.br/infograficos/link,tecnologia-dos-anos-20,1149598

 

Publicidade
Publicidade