Publicidade
Coluna Inovação: mais um investimento milionário em startup de Curitiba
02 de Abril de 2018

Coluna Inovação: mais um investimento milionário em startup de Curitiba

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Fabricio Umpierres Rodrigues 02 de Abril de 2018 | Atualizado 02 de Abril de 2018

2018 tem sido pródigo em grandes negócios para algumas startups brasileiras. Nesta semana, foi a vez da curitibana Pipefy anunciar ao mercado um aporte de US$ 16 milhões (R$ 52,8 milhões, na cotação de hoje) de fundos que operam nos EUA e Brasil, como Open View, Trinity, Valor Capital e Redpoint. A Pipefy, que desenvolve uma plataforma para gestão de processos, vai usar a grana para expandir as operações e a equipe, que hoje conta com 80 pessoas na sede, em Curitiba, e que deve dobrar até o final do ano. Acelerada pela 500 Startups, no Vale do Silício, a empresa já tinha recebido recursos de capital semente (US$ 2,4 milhões) e tem operação estruturada nos Estados Unidos.

Há alguns anos, raras empresas novatas conseguiam aportes de recurso acima da faixa de US$ 10 milhões – especialmente fora do mercado de São Paulo. Neste ano, a régua tem aumentado, com vantagem para o Paraná na comparação com o ecossistema de startups de Santa Catarina: há exatos dois meses, a também curitibana Ebanx, que intermedia pagamentos para sites internacionais, anunciou investimento de US$ 30 milhões, como noticiamos à época no Acontecendo Aqui. E deixamos o recado: é bom ficar de olho no ambiente de inovação do estado vizinho. O grande negócio, em Santa Catarina, foi a aquisição da Decora, uma startup pouco conhecida mesmo entre os empreendedores locais, por surpreendentes US$ 100 milhões para a novaiorquina CreativeDrive.

Publicidade

Mas, apesar dessa aquisição, não temos muitas novidades (pelo menos publicamente anunciadas) com relação a investimentos de capital de risco em startups locais. Dos principais fundos em operação no estado, apenas a Bzplan informou aporte em uma startup, a Gofind.online (R$ 2 milhões), de Joinville. A Cventures, por sua vez, participou (sem informar valores) do processo de fusão entre uma de suas investidas, a Seekr (Blumenau) e a Direct Talk.

O primeiro trimestre de 2018 acabou e a impressão é de que o mercado de capital de risco no estado está em marcha lenta. Ou será que os investidores e fundos estão guardando as fichas para os próximos meses?
 

Enquanto isso, no BRDE…

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) encerrou 2017 como o maior repassador nacional de recursos do Programa Inovacred da Finep, que financia projetos de inovação. Os financiamentos atingiram o valor histórico de R$ 196,1 milhões para a Região Sul, o que equivale a 31,7% do total do país.

A linha da Finep é uma das fontes de recursos do programa BRDE Inova, criado em outubro de 2013 para facilitar o acesso de pequenas e médias empresas inovadoras ao crédito. Desde que foi criado até o final de 2017, o programa já financiou mais de R$ 500 milhões em projetos inovadores na região Sul – só em Santa Catarina foram mais de R$ 236 milhões no período.

A expectativa para 2018, segundo o superintendente da agência do BRDE em Santa Catarina, Nelson Ronnie dos Santos, é de que a disseminação do crédito para projetos inovadores ganhe força: “nossa expectativa é atender empresas de menor porte nessa segunda etapa do BRDE Inova”.

Bitcoin e outras coins

No próximo sábado, 7 de abril, acontece em Florianópolis a 3ª edição do Bitcoin Summit. Promovido pela Stratum/coinBR, o evento atrai entusiastas do Brasil e do mundo ao trazer debates importantes sobre o tema, que a cada ano engaja mais interessados. Apesar do nome, o Bitcoin Summit aborda a importância das altcoins em ascensão, além de oferecer a oportunidade de esclarecimento especializado para quem está ingressando ou pretende começar a investir no universo das criptomoedas.

Ao longo da programação, que começa as 9h e encerra às 18h com um happy-hour, palestras sobre bitcoin para iniciantes, dicas práticas e investimentos. As inscrições estão disponíveis neste link: http://summit.coinbr.net

Academia de segurança

No mês em que completa 17 anos de atividade, a Seventh, uma das pioneiras do cluster de tecnologia para segurança em Florianópolis, inaugurou na terça (27) o espaço “Academy” em sua sede, no Corporate Park. O objetivo é oferecer treinamento e capacitação para profissionais da área de segurança que utilizem ferramentas como portaria remota, controle de acesso e outros sistemas de automação. A procura foi grande: a agenda de treinamentos está lotada pelos próximos três meses.

Publicidade
Publicidade