Coluna Cinema | Joias da Coroa em Filmes
17 de Junho de 2022

Coluna Cinema | Joias da Coroa em Filmes

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Coluna Cinema 17 de Junho de 2022 | Atualizado 17 de Junho de 2022

Recentemente o mundo comemorou o Jubileu de Platina, 70 anos de reinado, de Elizabeth II. A Rainha mais popular de todos os tempos sempre possuiu em sua família as Joias da Coroa, uma imensa coleção de jóias assinadas por marcas famosas e de inestimável valor histórico. A coleção inclui cetros, coroas, orbes, espadas e anéis, sendo uma das maiores coleções reais da atualidade, adquiridas em sua maioria pelos reis antes do século XV. As joias em desuso são exibidas publicamente na Jewel House, uma seção da Torre de Londres, onde podem ser apreciadas por milhões de visitantes anualmente.

Apesar de integrar a Royal Collection e pertencer à Coroa, a coleção das Joias da Coroa não pertencem diretamente ao ocupante do trono. Muitos filmes mostram as Joias da Coroa que são cobiçadas tanto por ladras habilidosas quanto pelas criaturas amarelas mais caricatas das animações.

Publicidade

Confira algumas produções que retratam em seus roteiros algumas Joias da Coroa:

Minions: Seres amarelos milenares, os minions têm uma missão: servir os maiores vilões. Em depressão desde a morte de seu antigo mestre, eles tentam encontrar um novo chefe. Três voluntários, Kevin, Stuart e Bob, vão até uma convenção de vilões nos Estados Unidos e lá se encantam com Scarlet Overkill (Sandra Bullock), que ambiciona ser a primeira mulher a dominar o mundo. Ano 2015.

 

Duas Rainhas: Mary Stuart (Saoirse Ronan), ainda criança, foi prometida ao filho mais velho do rei Henrique II, Francis, sendo levada para França. Assim que Francis morre, Mary volta para a Escócia, em uma tentativa de derrubar sua prima Elizabeth I (Margot Robbie), a Rainha da Inglaterra. Ano 2019.

 

Elizabeth: Inglaterra, 1554. O país está dividido entre católicos e protestantes. Mary Tudor (Kathy Burke) está no poder e uma católica fervorosa, mas tem um tumor que a deixa com os dias contados. Sua meia-irmã, Elizabeth (Cate Blanchett), é uma protestante convicta e a primeira na linha de sucessão. Elizabeth é levada até a rainha, que tenta fazê-la prometer que o país seguirá o catolicismo. Já no leito de morte de Mary Tudor, o Duque de Norfolk (Christopher Eccleston) tenta fazer em vão com que a rainha assine a pena de morte de Elizabeth que, com a morte de Mary, é coroada rainha e herda um país falido, sem exército e com inimigos por todos os lados, até mesmo na sua própria corte. Inicialmente ela comete erros graves, mas gradativamente vai se firmando e, sempre aconselhada por Sir Francis Walsingham (Geoffrey Rush), ela planeja matar todos os seus inimigos para consolidar seu poderio. Ano 1999.

 

Homem Aranha: Longe de Casa: Peter Parker (Tom Holland) está em uma viagem de duas semanas pela Europa, ao lado de seus amigos de colégio, quando é surpreendido pela visita de Nick Fury (Samuel L. Jackson). Convocado para mais uma missão heróica, ele precisa enfrentar vários vilões que surgem em cidades-símbolo do continente, como Londres, Paris e Veneza, e também a aparição do enigmático Mysterio (Jake Gyllenhaal). Ano 2019.

 

Onze Mulheres e Um Segredo: Debbie Ocean (Sandra Bullock), recém saída da prisão, que logo procura sua ex-parceira Lou (Cate Blanchett) para realizar um elaborado assalto: roubar um colar de diamantes no valor de US$ 150 milhões, que a Cartier mantém sempre em um cofre. O plano é convencer a empresa a emprestá-lo para que a estrela Daphne Kluger (Anne Hathaway) use a joia no badalado Met Gala, um dos eventos mais chiques e vistosos de Nova York. Para tanto, Debbie e Lou reúnem uma equipe composta apenas por mulheres: Nine Ball (Rihanna), Amita (Mindy Kaling), Constance (Awkwafina), Rose (Helena Bonham Carter) e Tammy (Sarah Paulson). Ano 2018.

 

 

Segundo a Wikipédia, “o mais antigo uso conhecido de uma coroa na Grã-Bretanha foi descoberto por arqueólogos em 1988 em Deal, Kent, e data de entre 200 e 150 a.C. Uma espada, broche, escudo cerimonial e coroa de bronze decorada com um único arco, que se assentava diretamente na cabeça de quem vestia, foram encontrados dentro do túmulo do Guerreiro de Mill Hill. Neste ponto, as coroas eram símbolos de autoridade usados por líderes religiosos e militares. Uma escavação em um campo em Hockwold cum Wilton, Norfolk, em 1957 revelou uma coroa de bronze com dois arcos e representações de rostos masculinos, que datam do período da ocupação romana.”

Você já conhecia a história das Joias da Coroa? Comente nas minhas redes sociais @jessielodi ou envie a sua sugestão de pauta pro nosso e-mail cinema@acontecendoaqui.com.br.

Você pode me acompanhar também no PODCAST CINE GIRLS do Spotify, é só clicar nesse link:
https://open.spotify.com/episode/4r4KgFoS5xzDneVQfVKHID?si=47de07865a294324

Até a próxima semana!

DROPS:

26º FAM Abre Inscrições
O Festival Internacional de Cinema Florianópolis Audiovisual Mercosul 2022 será marcado pela retomada das atividades presenciais entre os dias 22 a 28 de setembro de 2022.

Estão abertas até 21 de junho as inscrições para o 26º Festival Internacional de Cinema Florianópolis Audiovisual Mercosul – FAM 2022. Esta edição marca a retomada das exibições presenciais que não aconteciam desde 2019 devido à pandemia.

As inscrições são gratuitas, com exceção da Mostra WIP, que tem uma taxa de R$ 100,00.
A programação, o regulamento completo e acesso às inscrições estão disponíveis no site www.famdetodos.com.br até 21 de junho.

Publicidade
Publicidade