Publicidade
Coluna Cinema | John Wick, a Paixão dos Fãs e Como Começou!
13 de Maio de 2022

Coluna Cinema | John Wick, a Paixão dos Fãs e Como Começou!

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Coluna Cinema 13 de Maio de 2022 | Atualizado 13 de Maio de 2022

Nesta sexta-feira 13 esta coluna não irá falar de filmes de terror, não somos “clichê”, falaremos sobre John Wick, interpretado pelo ator Keanu Reeves nos filmes da franquia que tem o mesmo nome. O icônico e aclamado personagem leva uma legião de fãs ao cinema e nasceu de uma produção independente com um orçamento enxuto (US$ 30 milhões), se comparado às grandes produções de Hollywood, e tornou-se um dos maiores sucessos dos últimos anos. O diretor Chad Stahelski era dublê de Keanu e recebeu o convite do ator para dirigir o primeiro filme 16 anos depois de conhecê-lo. Após o sucesso da franquia ele contou em uma entrevista que no dia em que conheceu Keanu tinha sido atropelado e estava com a calça rasgada e a cabeça machucada: “Eu estava trabalhando em um programa chamado The Pretender e meu chefe notou a semelhança. Ele disse: ‘Você faz todo esse material de artes marciais, certo? Eles estão fazendo uma audição para algo em Burbank. Por que você não vai vê-lo depois de terminar com isso?’ Fui atropelado por um carro na gravação e pensei, preciso chegar ao outro lado da cidade em uma hora.Minha cabeça ainda estava sangrando, meus jeans estavam rasgados e eu não conseguia me lembrar do meu nome. Mas cheguei naquele grande armazém e entrei. A primeira coisa que vi foi Keanu, encharcado de suor e usando um colar cervical, uma equipe de cinco caras de kung-fu que o atacavam.” E foi assim que tudo começou, com a dublagem do diretor na franquia de Matrix.

Os fãs de Wick, aficionados pela franquia, esperam ansiosos pelo quarto filme, que atrasou devido à pandemia e está previsto para estrear em 2023, e também pelo quinto filme já confirmado pela produção. Enquanto isso, ouve-se falar de um spin-off, uma série chamada The Continental, a qual se daria 40 anos antes de De Volta ao Jogo e seria ambientada no mesmo hotel onde John se refugia, o território neutro do mundo do crime. A melancolia, força e sede de vingança do personagem tornaram a franquia um sucesso. Confira os filmes disponíveis:

Publicidade

John Wick: De Volta ao Jogo: John Wick (Keanu Reeves) é um lendário assassino de aluguel aposentado, lidando com o luto após perder o grande amor de sua vida. Quando um gângster invade sua casa, mata seu cachorro e rouba seu carro, ele é forçado a voltar à ativa e inicia sua vingança. Ano 2014.

 

John Wick 2: Um Novo Dia Para Matar: Após recuperar seu carro, John Wick (Keanu Reeves) acredita que enfim poderá se aposentar. Entretanto, a re-aparição de Santino D’Antonio (Riccardo Scarmacio) atrapalha seus planos. Dono de uma promissória em nome de Wick, por ele usada para deixar o posto de assassino profissional da Alta Cúpula, Santino cobra a dívida existente e insiste para que ele mate sua própria irmã, Gianna (Claudia Gerini). Ano 2017.

 

John Wick 3: Parabellum: Após assassinar o chefe da máfia Santino D’Antonio (Riccardo Scamarcio) no Hotel Continental, John Wick (Keanu Reeves) passa a ser perseguido pelos membros da Alta Cúpula sob a recompensa de U$14 milhões. Agora, ele precisa unir forças com antigos parceiros que o ajudaram no passado enquanto luta por sua sobrevivência. Ano 2019.

 

Você sabia que o diretor Chad Stahelski foi o dublê de Keanu Reeves na trilogia original de Matrix? Qual seu filme favorito da saga de John Wick?

Comente nas minhas redes sociais @jessielodi ou envie a sua sugestão de pauta pro nosso e-mail cinema@acontecendoaqui.com.br.

Você pode me acompanhar também no PODCAST CINE GIRLS do Spotify, é só clicar nesse link:

Até semana que vem!

 

 

DROPS:

I – FALA São Chico abre inscrições para oficinas e palestras gratuitas

O primeiro Festival Audiovisual Latino-Americano de São Francisco do Sul será realizado de 25 a 28 de maio de 2022 e terá uma agenda recheada de atividades.

É uma oportunidade do público conhecer e se aprofundar mais sobre o setor audiovisual, do CINEMA com grandes profissionais. As inscrições são gratuitas e as vagas são limitadas.

Mais detalhes sobre a programação do Festival podem ser encontrados em falasaochico.com.br.

 

II – 11º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba

De 1º a 9 de junho de 2022

Locais: Cine Passeio, Cinemark Mueller, Teatro da Vila, Cinemateca de Curitiba, Museu Oscar Niemeyer

Ingressos: R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia)

Informações no site.

Publicidade
Publicidade