Publicidade
Coluna Ana Lavratti: Cada dia é assaz regalia
23 de Dezembro de 2016

Coluna Ana Lavratti: Cada dia é assaz regalia

Publicidade
Por Ana Lavratti 23 de Dezembro de 2016 | Atualizado 23 de Dezembro de 2016

Cada dia é assaz regalia

 

Publicidade

Não importa o destino

Todos os dias, no dia-a-dia

Levo comigo a alegria

Sempre, a melhor companhia.

 

Da praia ao palácio

Do trabalho à vida em família

Renego a pose, a hipocrisia

E tudo aquilo que abrevia

Minha ilusão de cotovia

 

De quem madruga

Faminta por cada fatia

Da natureza entorno que nos sacia

Da beleza interior sem pedágio ou franquia

Plena, serena, sincera e sadia

Por distinguir que acordar é assaz regalia

 

Despida de disfarces

No dia-a-dia, todos os dias

Da solidão à confraria

Meu acessório é a euforia

Colete blindado, moda à revelia

Dress code à prova de aparência vazia

 

Porque o cabide da inveja

Dispensei, sem valia

A gaveta da insegurança

Esgotei à atrofia

À prateleira da imitação

Decretei a alforria

Do jugo das joias

Aceitei a anistia

O necessário, coube na nécessaire

A gratidão que enobrece, o amor que enternece, a fé que inebria.

 

 

Aos leitores, amigos e parceiros do Acontecendo Aqui,

desejo um 2017

simples e simplesmente perfeito

 

Ana Lavratti

www.analavratti.com.br

Publicidade
Publicidade