Publicidade
Jurado no Cannes Lions | Rafael Ziggy CCO da SOKO
13 de Junho de 2024

Jurado no Cannes Lions | Rafael Ziggy CCO da SOKO

Criativo será jurado na Categoria Entertainment Lions For Sport

Rafael Ziggy nasceu em Floripa e começou a carreira em agências locais como diretor de arte até se mudar para São Paulo para agências digitais. Essa mistura fez Ziggy se destacar como um diretor de criação com capacidade para criar campanhas integradas memoráveis para Ambev, Itaú, Google, Netflix, Unilever, entre outros.

Hoje, como CCO da SOKO, ajudou a posicionar a agência entre as 3 mais criativas do Brasil, segundo os principais anunciantes do país, subindo 10 posições no ranking da última pesquisa Agency Scope (2022).

Publicidade

Seu reconhecimento veio também nas premiações nacionais e internacionais como Cannes, Effie, One Show, Festival do Clube e uma indicação à profissional de criação do ano no Prêmio Caboré (2023).


Entrevista em Cannes

O AcontecendoAqui, pela 11a vez consecutiva estará presencialmente no Cannes Lions e já combinou uma entrevista com Rafael durante o Festival. Antes, para um aquecimento, trazemos uma conversa feita hoje, dia 13 de junho de 2024, com ele já em Cannes no meio do julgamento do Entertainment Lions For Sport. Confira:

 

1) Qual é a sensação em fazer parte da equipe de Jurados Brasileiros do Cannes Lions 2024?

É bastante significativo pra mim. Eu comecei a carreira avaliando cases por hobby com o meu aposentado blog SimViral. Ser convidado como um dos representantes brasileiros em Cannes no júri, além de um reconhecimento enorme, é como se fechasse um ciclo para começar outro na carreira.

 

2) Qual é o aprendizado ou troca de experiências que você imagina ter lá com criativos de diversos cantos do mundo?

Acredito que o maior momento de aprendizado será quando tivermos que definir um critério para entendermos coletivamente o que será premiável ou não na nossa categoria. Escutar e entender como cada um enxerga o que é valioso em uma ideia, contribuindo com o meu ponto de vista. Chegar a esse consenso trocando com tantas vivências diferentes no júri, é um dos momentos que mais me empolgam porque faz enxergar além do nosso próprio dia-a-dia. É um jeito de atualizar e fortalecer o nosso próprio critério com novos olhares.

 

3) O Festival passou por grandes reformulações em tempos recentes, assim como todo o ecossistema da Comunicação. Na sua opinião, qual a relevância do Cannes Lions – como festival – e como articulador maior da comunidade criativa global?

Em um momento que a discussão no mercado é sobre diferentes formas de automatizar o nosso trabalho com Inteligência Artificial e algoritmos que aumentam a performance, Cannes se tornou ainda mais fundamental para celebrar a criatividade. É a criatividade que potencializa resultados de negócios, que faz uma marca sair do modo paisagem no seu feed.

As mudanças que Cannes promoveu nos últimos anos dificultaram também trabalhos criados exclusivamente para Festivais. Ideia criativa sem resultado de marca ou de negócio é utopia, não publicidade. Por isso tem aumentado tanto a presença de profissionais de marketing, mídia e planejamento na Riviera. Quando a responsabilidade do produto criativo é compartilhada, as chances de fazer um trabalho memorável aumentam consideravelmente.

 

4) O que você espera ver em termos de campanhas inscritas em todo o Festival e, especialmente, na Categoria que você vai julgar?

Na minha categoria o que esperava ver eram trabalhos que criassem uma conexão legítima com os fãs dos mais diferentes esportes para construir legado para a marca ou produto de uma maneira memorável. E posso dizer que estamos muito bem representados nesse sentido.

 

5) Pensando além da criatividade, o que você espera ver em termos de conteúdo?

Eu estou muito curioso com as apresentações de trabalhos para Glass e Titanium. Não só porque temos finalistas nas duas categorias (The Dove Code e StartHer Stella Artois), mas também por ser uma maneira incrível de aprender com profissionais renomados apresentando seu próprio trabalho. Em 20 minutos você tem que encantar uma plateia extremamente crítica, então observo como as apresentações são montadas, o encadeamento do discurso e outras técnicas que mexeram com o coração dos jurados. Esses aprendizados são aplicáveis no dia-a-dia no seu próprio trabalho, sendo uma maneira efetiva de aprimorar suas próprias apresentações.

 

6) Como o Brasil deve se posicionar como hub criativo? Na sua opinião, o que é feito aqui tem relevância mundial?

Sem dúvidas. O Brasil é uma potência criativa não só na publicidade, mas também em outros mercados. Muitos desses trabalhos não precisam ter relevância mundial para se destacarem, desde que fique bem claro o contexto que estava inserida aquela ideia. Esse ano, inclusive, tornou-se obrigatório responder na ficha de inscrição sobre o contexto cultural, para que os jurados entendam a potência de diferentes ideias pelo mundo indo além da avaliação a partir apenas da sua própria vivência e de onde mora.

 

7) Cite um grande trabalho da sua agência que vai concorrer Cannes neste ano.

O trabalho de maior visibilidade global da SOKO esse ano foi The Dove Code. Um trabalho que celebra os 20 anos da campanha de Real Beleza da marca, mostrando que o impacto da iniciativa durante todos esses anos influenciou até mesmo no funcionamento da IA. Quando inserimos “according to Dove real beauty campaign” ao pedir para ferramentas como Midjourney e DALL-E gerarem imagens de mulheres, os resultados são totalmente diferentes. É como se o código tirasse o viés da ferramenta em representar um ideal inalcançável de beleza trazendo uma diversidade muito maior na representação das mulheres.

 

 

8) O que é mais importante em Cannes? Ganhar um leão, palestras, conhecer pessoas?

A combinação disso tudo. Ganhar leão ajuda no reconhecimento criativo global do seu trabalho. As palestras trazem pontos de vista de grandes nomes da indústria para os assuntos mais discutidos na atualidade. E conhecer pessoas ajuda a gerar novos negócios e, muitas vezes, amizades para toda a vida.

 

9) O que não falta na sua bagagem para Cannes?

Fé e carisma. Fé pra dar tudo certo com as peças que inscrevemos e a gente faça mais um ano histórico com a Soko. Carisma porque a gente encontra tanta gente por lá que é super importante chegar com o estoque de carisma BEM carregado ?

WhatsApp
Junte-se a nós no WhatsApp para ficar por dentro das últimas novidades! Entre no grupo

Ao entrar neste grupo do WhatsApp, você concorda com os termos e política de privacidade aplicáveis.

    Newsletter