Publicidade
Movimento convida músicos a criar canções com histórias de vida de pacientes com Alzheimer
09 de Agosto de 2016

Movimento convida músicos a criar canções com histórias de vida de pacientes com Alzheimer

Publicidade

Para lançar o longa “A Viagem de Meu Pai”, que mostra a relação de uma filha com o pai que vive com Alzheimer, a Mares Filmes convidou a BossaNovaFilms, a Dahouse Audio e a Isobar para a realização uma iniciativa, chamada #MusicasParaSempre.

O objetivo da ação é engajar famílias e músicos ao redor do Brasil em prol dos pacientes com Alzheimer.

Publicidade

Um estudo realizado pela Instituto Max Planck de Neurociência e Cognição Humana, de Leipzig, na Alemanha, afirma que a música tem um espaço exclusivo e distinto no cérebro, diferente das demais lembranças, tendo menor chance de ser comprometido pela doença.

A partir deste dado, o movimento #MusicasParaSempre convida músicos a aderirem à iniciativa e criarem melodias e letras sobre a vida de pacientes.

A campanha começa com a música criada para Hélio Elpídio de Queiroz, diagnosticado com Alzheimer há três anos. Ele é pai de Camila e Mariana, e avô de Manuela, retratadas pela melodia composta por Lucas Mayer e interpretada pela cantora Ana Julia Zambianchi.

O filme, que inaugura o movimento tem direção de Georgia Guerra-Peixe, da BossaNovaFilms, junto a Fábio Meirelles.

Confira:

“Mais do que uma campanha, queremos transformar essa descoberta da medicina em um movimento: quanto mais pessoas compartilharem o vídeo, mais músicos poderão compôr canções baseadas em outras histórias de vida, de pessoas que vivem com a doença”, comenta Eduardo Battiston, Chief Creative Officer da Isobar.

O filme “A Viagem de Meu Pai” chega à telona nesta quinta-feira (11).

Publicidade
Publicidade