Publicidade
Braskem, TikTok e Estácio são as marcas mais citadas pela audiência do BBB 23
08 de Fevereiro de 2023

Braskem, TikTok e Estácio são as marcas mais citadas pela audiência do BBB 23

Dados destacam também as marcas que ganharam relevância sem patrocinar o programa

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

O BBB 23 atingiu mais de 3 milhões e 900 mil tuítes que mencionam o reality show no Twitter, uma das redes sociais mais utilizadas para comentar os acontecimentos do programa.

Durante as diversas ativações já realizadas com os brothers e sisters, como as provas do Líder e Bate-volta, assim como as festas e atividades lúdicas, as marcas patrocinadoras vêm colecionando comentários na rede social do passarinho azul. Braskem, TikTok e Estácio foram as marcas mais citadas entre 16/1 e 5/2.

Publicidade

A primeira apareceu em 26,7% das menções, TikTok somou 14,9% e, logo atrás, a Estácio foi a terceira em citações, com 13,1% do total de tuítes sobre BBB no período.

O levantamento da Knewin identificou que as marcas não receberam, majoritariamente, opiniões positivas, que é o esperado quando se patrocina um dos maiores programas da TV brasileira.

Braskem e Estácio, por exemplo, destacaram-se por comentários negativos. A primeira, que realizou atividade com os participantes educando-os sobre descarte correto de materiais para reciclagem, foi criticada por investir num patrocínio milionário em vez de pagar indenização para moradores de Maceió, que processam a empresa por afundamento de partes de algumas comunidades devido à extração de sal no subterrâneo da cidade.

Já a rede de faculdades Estácio, chamou a atenção do público na prova Bate-volta do último dia 29. A patrocinadora reproduziu um laboratório que apresentava ossos humanos reais no cenário por onde os brothers circulavam. O Twitter ficou dividido entre críticas e memes sobre o tema.

Prova do líder

Uma das provas mais esperadas pelos participantes são as que costumam premiar o vencedor com um carro. A edição atual do programa já colocou em prática a ação logo na segunda semana. Após Amanda e Antônio “Cara de sapato” vencerem a prova, a dupla partiu para um jogo de sorte e tiveram que descobrir qual era a chave verdadeira que ligava o carro da Chevrolet, marca que tomou o lugar da Fiat, presente como patrocinadora em diversas edições anteriores.

Em uma ação inesperada e durante a prova do líder patrocinada pelo concorrente, a Fiat investiu em uma abordagem diferente. Quando o usuário Lucas Soncini tuitou “Que estranho não ser uma prova valendo um Fiat Toro” a marca deu um carro zero pra ele. Durante o período, a Fiat foi mais citada do que a própria Chevrolet (5,7% versus 2,4%), sendo impulsionada pelos comentários orgânicos do público.

Participantes mais citados

Dentre os participantes mais mencionados, os que estiveram envolvidos em polêmicas acabaram ganhando o holofote no período do levantamento da Knewin. Gabriel é o líder da lista, sendo citado em 10,7% dos tuítes por ter protagonizado cenas consideradas pela audiência como parte de um relacionamento abusivo com Bruna, que aparece como a terceira mais citada, com 8,5%.

A vice-líder da lista é Amanda, com 9,8% de citações, já que atraiu a atenção do público nos últimos dias, principalmente no domingo, 5 de fevereiro, em que foi indicada para o paredão, mas conseguiu se salvar na prova Bate-volta.

Foto:TV Globo/Reprodução

Publicidade
Publicidade