Publicidade
Com identidade visual renovada, Nova/SB passa a se chamar NOVA
11 de Agosto de 2023

Com identidade visual renovada, Nova/SB passa a se chamar NOVA

Agência completa 20 anos no mercado

Uma campanha de endomarketing apresenta a novidade para o mercado com o conceito: “Em 20 anos a gente já se conheceu bem, então não precisamos de formalidades. Somos a Nova/SB, mas pode chamar só de NOVA”.

A agência produziu um vídeo manifesto com uma animação que resgatou a sua história e apresentou a nova identidade visual. Para ilustrar o perfil “mutante” da agência, a animação substitui a letra “O” de NOVA por diversos elementos gráficos, simbolizando o potencial de criação e adaptação às diferentes ideias, clientes e jobs.

Publicidade

“Estamos celebrando 20 anos de uma trajetória consolidada com trabalhos memoráveis, premiados e de muita relevância pública, história que serviu de briefing para repensar a marca”, afirma Bob Costa, presidente do Conselho de Administração da NOVA.

O responsável pela criação do brand, o head of art Ygor Morato, ressalta que o desafio foi manter o DNA e identidade construídos nessas duas décadas. “NOVA é um jeito mais próximo e carinhoso que as pessoas já usavam para se referirem à agência e esse fato, então, foi o nosso primeiro insight para reformular a identidade visual”, afirma Morato.

Núcleo de Integridade da Informação
As peças de endomarketing para apresentar a nova marca incluíram adesivação e wallpaper nas máquinas dos escritórios de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Cuiabá.

Outra novidade anunciada este ano pela agência foi a criação do Núcleo de Integridade da Informação, iniciativa pioneira no mercado publicitário, que analisa estrategicamente o ecossistema de desinformação no Brasil. Combina metodologias de acompanhamento de redes sociais com pesquisa de opinião pública qualitativa e quantitativa. E com essa metodologia pioneira avalia o impacto das fake news e narrativas falsas no ambiente digital e fora dele.

O Núcleo divulgou recentemente a 3ª edição da pesquisa que foi “Fakes e os ataques à vacinação”. Outros temas abordados nos relatórios foram violência nas escolas e influência das fakes no ambiente político do Nordeste.

 

WhatsApp
Junte-se a nós no WhatsApp para ficar por dentro das últimas novidades! Entre no grupo

Ao entrar neste grupo do WhatsApp, você concorda com os termos e política de privacidade aplicáveis.

    Newsletter


    Publicidade