Publicidade
Por que Joinville é conhecida como a Cidade da Inovação?
03 de Maio de 2024

Por que Joinville é conhecida como a Cidade da Inovação?

E como o turismo tem se beneficiado da cultura empreendedora que atrai investidores locais e multinacionais?

Publicidade

Joinville figura entre os 25 municípios brasileiros – e o único do estado – com maior participação no Produto Interno Bruto Nacional (PIB), além de ocupar a terceira posição entre as maiores economias do Sul do país.

O empreendedorismo está na base cultural da região, ancorado na diversidade de indústrias que abriga com atuação em áreas como metalmecânica, plástico e software, e a presença de cerca de 30 multinacionais, como a BMW, que escolheu o município vizinho de Araquari para a construção de uma fábrica dedicada à produção de automóveis da marca no país.

Publicidade

Foto:SerraVerdeExpress

Investimentos estratégicos

Nesse cenário, Joinville desponta ainda como polo de inovação refletido na atividade de 180 startups e como destino turístico com atrativos de sobra para conquistar diferentes perfis de viajantes. Não sem razão, entre os muitos “apelidos” é conhecida como Cidade da Inovação e vai contabilizando cases de sucesso originados de investimentos estratégicos do empresariado ou que resultam de parcerias público-privadas.

Exemplo dessa pujança econômica é o Perini Business Park, reconhecido como um dos maiores parques empresariais do Brasil, que se formou graças à série de incentivos e benefícios que atraem investimentos de players de diferentes segmentos e ramos de negócios. São mais de 290 empresas nacionais e multinacionais, que geram uma riqueza anual de R$ 7 bilhões, o que corresponde a 20% do PIB de Joinville e 2% do PIB de Santa Catarina. Parte desse conglomerado compõe o Ágora Tech Park, um ambiente interativo, colaborativo e sustentável desenvolvido para potencializar conexões entre os atores do ecossistema de inovação e tecnologia.

Outro representante de peso na cena econômica de Joinville é a tradicional Opa Bier, responsável pela produção de uma variedade de cervejas premiadas com opções para todos os gostos. É a maior cervejaria da região em capacidade produtiva e sua cerveja é 100% produzida com lúpulos cultivados na fazenda própria. A fábrica produz milhares de litros por ano, sem perder a essência e a personalidade que deram fama e reconhecimento à tradição cervejeira da cidade. Para quem não sabe, Opa significa avô em alemão, e é também é um cumprimento típico nessa região catarinense.

Reflexos para o turismo

A cultura empreendedora que atrai de investidores locais a multinacionais também tem contribuído para o desenvolvimento do turismo local. Projetos como o Ágora Tech Park e parques fabris como o da joinvilense Opa Bier ou do Grupo BMW do Brasil viraram atração turística para quem visita Joinville.

No Ágora Tech Park, por exemplo, as agendas são elaboradas conforme o interesse do visitante e pode levar apenas 45 minutos ou envolver o dia inteiro se o objetivo for estabelecer negócios com as empresas locais.

Já o Parque Opa Bier tem se configurado como atrativo para quem viaja em família ou grupos de amigos e oportunidade de experimentar a famosa cerveja fresquinha, direto de um tanque de 20 mil litros. A visita dura cerca de uma hora e meia e ainda dá para comprar as cervejas, souvenires e outros produtos relacionados à marca.

O tour pela BMW é outra experiência única, que leva o visitante a uma imersão pela marca que é um ícone do setor automotivo em cinco etapas: body shop, que mostra o processo de solda de componentes e a construção da carroceria; assembly, que é a montagem do carro e finalização da produção; primeiros testes de rodagens, realizados por maquinários; experiência do teste com um piloto da BMW; e a finalização, que é quando os carros passam pela linha de qualidade.

Foto:Juliano Cruz

Publicidade
Publicidade