Publicidade
Que tal escutar música e ser remunerado com criptomoeda?
17 de Novembro de 2021

Que tal escutar música e ser remunerado com criptomoeda?

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Foto de George Milton no Pexels]

 

Publicidade

Ouvir música é um hábito que acompanha gerações e, com a evolução da tecnologia, novas formas de prestigiar o trabalho de artistas e cantores têm surgido, incentivando ainda mais essa prática. 
Seja no celular, no computador, no rádio, ou onde for, as pessoas acostumaram-se a ter a melodia acompanhando seu dia a dia. Segundo pesquisa realizada pela Opinion Box, cerca de 80% das pessoas ouvem música todos os dias, sendo uma parte importante para 71% enquanto limpam a casa, e para 48% no trânsito.

Novidade
Com a evolução da tecnologia, novas formas de ouvir música tem surgido para o público. O aplicativo Muzi está chegando ao mercado para inovar a forma como as pessoas consomem esse conteúdo, pagando em forma de criptomoedas para seus usuários, e possibilitando uma interação maior com o seu cantor ou banda favorita, podendo adquirir fan token dos artistas. E tudo isso em blockchain própria.

“O mercado fonográfico é muito grande, e a tecnologia também vem evoluindo a passos largos. Então unimos o melhor dos dois mundos, e elaboramos uma solução que recompensa os usuários com uma criptomoeda chamada MuziCoin, que podem ser usadas em nossa plataforma, ou até mesmo para ser negociada futuramente”, comenta Emmerich Ruysam, CLO da Muzi.

A plataforma blockchain
Denominada de MuziChain, ela permite a criação de diversos ativos na rede para serem negociados, possibilitando os artistas que decidirem fazer parte do projeto, podem criar seu fan token para o público adquirir. A blockchain também permite registro de arquivos, contratos, direitos autorais e informações de todos os tipos, tornando a rede extremamente versátil e de grande poder para as transações de criptomoedas.

Através do seu ecossistema é possível gerar interatividade, engajamento e crescimento orgânico para artistas, celebridades e famosos, além da possibilidade dos fãs obterem recompensas para participarem das enquetes e votações dentro da plataforma, ganhando uma maior interatividade.

“Estamos animados com essa inovação, é algo que não vimos ainda para este setor. Fazer uma atividade que você já está acostumado, e ser recompensado por isso é animador. É a junção do entretenimento com o mundo dos investimentos. Por isso dedicamos bastante tempo para desenvolver essa inovação”, ressalta Emmerich Ruysam

Como funciona a recompensa
Para obter as criptomoedas MuziCoin, o usuário precisa realizar algumas tarefas antes. O primeiro passo é habilitar a função de plano de recompensas na plataforma, e ouvir as músicas selecionadas em uma playlist do aplicativo. Após escutar todas as canções, a pessoa pode escutar as suas favoritas e continuar sendo recompensada pela atividade.

Para quem desejar conhecer mais do projeto, pode acessar o canal do Telegram do projeto. O aplicativo estará disponível para download nas lojas Android e IOS no dia 25, mas a plataforma já está funcionando para a versão web. A pré-venda da MuziCoin inicia no dia 15 de novembro, indo até o dia 20 do mesmo mês, e pode ser adquirida na a SeedListing , uma plataforma segura, rápida, aprovada por grandes players do mercado cripto e a pioneira em Pré-Lançamentos de utility Tokens.

Sobre a Muzi
É uma plataforma de interatividade e recompensas que impulsiona o seu ecossistema através da tecnologia blockchain, oferecendo aos artistas e famosos a possibilidade de interagir, monetizar e aumentar cada vez mais a sua base de fãs utilizando o seu próprio token.

 

Publicidade
Publicidade