Publicidade
Economia de Santa Catarina cresce 4,3% em janeiro de 2024
26 de Março de 2024

Economia de Santa Catarina cresce 4,3% em janeiro de 2024

Dado foi impulsionado pelos mais variados setores presentes na categoria do Estado

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

No primeiro mês do ano, a economia de Santa Catarina registrou um crescimento significativo de 4,3% em relação a janeiro de 2023, superando a média nacional de 3,4%.

Esse desempenho positivo foi impulsionado por diversos setores e atividades econômicas, conforme análise dos índices setoriais e da variação interanual feita pelo Centro de Inteligência e Estratégia da Facisc.

Publicidade

Para o presidente da Facisc, Elson Otto, o crescimento da economia de Santa Catarina foi impulsionada pelo setor de serviços. “O consumo da população catarinense proporcionou o crescimento tanto dos serviços prestados às famílias, como também das vendas do comércio de produtos de consumo imediato”.

Indústria

Destacam-se os setores de máquinas e equipamentos, assim como equipamentos elétricos, que lideraram o crescimento na análise interanual, com 28,5% e 19,8%, respectivamente. O aumento na produção de bens de capital nesses segmentos foi impulsionado não apenas pelas exportações, mas também pelo crescimento na concessão de crédito às empresas, em decorrência da política de redução na taxa de juros. Este cenário propiciou a criação de 529 novas vagas na indústria de Joinville, sobretudo na fabricação de compressores de ar, eletrodomésticos e aparelhos elétricos.

Comércio

O comércio catarinense continua se beneficiando do alto nível de consumo das famílias locais, com ênfase nas vendas de bens de consumo não duráveis, como fármacos, cosméticos e equipamentos para escritório, além das transações em hipermercados. Os municípios de Chapecó e Tubarão se destacaram na geração de empregos neste setor, registrando conjuntamente a abertura de 280 novos postos de trabalho.

Serviços

No segmento de serviços, o transporte, armazenagem e correio mantiveram um crescimento constante em Santa Catarina, impulsionados pelos bons resultados do agronegócio no ano anterior. Também merece destaque o aumento nas vendas de atividades rotineiras de apoio ao funcionamento de empresas, como serviços profissionais, administrativos e complementares, que registraram um crescimento de 25,7% em relação a janeiro de 2023, o segundo maior do país, ficando atrás apenas do Rio Grande do Sul.

Joinville liderou a criação de empregos neste setor, com a abertura de 1,1 mil novas vagas nos serviços com locação de mão de obra temporária, seguida por Itajaí, com 720 vagas, e São José, com 719 vagas.

Indicador de Atividade Econômica

Considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), o índice de atividade econômica é calculado mensalmente pelo Banco Central desde março de 2010. Esse indicador oferece uma visão abrangente do desempenho econômico de uma região e é fundamental para a formulação de políticas públicas e estratégias empresariais.

Foto: Freepik

Publicidade