Publicidade
Inbound Marketing: será que ele serve para seu negócio?
09 de Março de 2012

Inbound Marketing: será que ele serve para seu negócio?

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Fernanda Bornhausen 09 de Março de 2012 | Atualizado 03 de Dezembro de 2021

Creio que você já deve ter ouvido falar de Inbound Marketing, mas se ainda tiver dúvidas se ele é útil para seu negócio ou para seus clientes, acho que esse artigo pode lhe ajudar na decisão.

De forma simples, o Inbound marketing é o marketing focado em gerar tráfego de visitantes que estão procurando assuntos relacionados ao site que adota esta técnica. É uma atração passiva e não invasiva,  diferente das chamadas telefônicas não solicitadas, distribuição de mala direta e material impresso não solicitado, anúncios na televisão, feiras e spam de email marketing.

Publicidade

Para deixar a questão mais clara, alguns exemplos  de Inbound Marketing:

1)    Ao invés de veicular um anúncio na televisão, cria-se vídeos voltados para clientes em potencial que têm interesse pelo assunto e estão pesquisando via internet.
2)    Ao invés de comprar anúncios em publicações, disponibiliza-se um conteúdo melhor em blogs e sites, nos quais as pessoas interessadas podem se cadastrar e se educar.
3)    Ao invés de telefonemas intrusivos, cria-se conteúdo de valor e ferramentas que façam com que os clientes em potencial solicitem maiores informações.

As campanhas de Inbound Marketing de maior sucesso possuem três componentes chave:

1- Conteúdo
2- Otimização junto aos mecanismos de busca (SEO) –3- Social Media .

Gostei muito desse infográfico com o passo a passo do Inbound Marketing e compartilho o mesmo com vocês:


Em resumo, os passos apontados no infográfico em são:

1)    Desenvolva uma estratégia de marketing de sucesso;
2)    Crie e mantenha um website poderoso;
3)    Gere mais tráfego através de blog, social media e SEO;
4)    Converta tráfego em leads;
5)    Converta Leads em vendas;
6)    Meça constantemente.

Em muitos casos, principalmente em função da rápida evolução das novas tecnologias e de já estarmos conhecendo um pouco mais sobre o comportamento desse novo consumidor bem conectado, observamos que a publicidade focada em sites de nicho é mais eficiente do que anunciar em grandes portais genéricos.

Muitos negócios já surgiram na própria internet onde uma única pessoa utilizando estas técnicas tem gerado excelentes resultados financeiros .

E aí vem a pergunta que não quer calar:Será que o Inbound Marketing serve para o meu negócio ou para o do meu cliente?

Me atrevo a afirmar que estas ferramentas permitem ganhar escala em muitos tipos de atividade, gerando vantagens competitivas para vários tipos de negócios, e tem permitido que  pequenas e médias empresas  possam  competir com grandes empresas.
Mas, no entanto, como qualquer outra ação de marketing, ela precisa ser bem planejada, testada,  implementada e mensurada.
Se você quer experimentar em seu negócio, não deixe de seguir esse passo a passo do Infográfico e se busque bons profissionais e ferramentas no mercado.

No meu caso, na Clear Educação e Inovação www.cleareducacao.com.br, uma pequena empresa recém lançada no mercado de educação, estamos aplicando o Inbound Marketing e não temos o que reclamar, aliás só  temos o que comemorar.  Mas é preciso ter paciência, foco e determinação, pois os resultados vem de forma lenta e gradual. No entanto, hoje os nossos clientes e prospects se  sentem muito mais próximos e participantes.

Uma empresa, uma StarUp aqui de SC, que recomendo como referência na ótima utilização das técnicas e ferramentas é a Resultados Digitais.No site deles, além de encontrar um exemplo de ótima utilização de Inbound Marketing, você encontrará Ebooks e Webinars gratuitos sobre o tema.

E então, acha que o Inbound Marketing serve para seu negócio? Eu acho que ele pode ajudar bastante em vários deles…

Sintam-se a vontade para comentar, participar da discussão, criticar e etc. Vocês me encontram no email [email protected], Twitters: @fernandabornsa, @sejavoluntario e @cleareducacao

Links úteis e fontes para  esse artigo:
Link 1
Link 2
Link 3
Link 4

Publicidade
Publicidade