Ana Lavratti entrevista a empresária de beleza Amélia Bellé

19 de Abril de 2021

Além da Keune e do Soul's Beauty, Amélia está à frente do Beleza Fraterna e Beleza que Transforma

Amélia Pinheiro Bellé foi a Melhor Performance Keune do Brasil em 2019

 

Dentro da série de entrevistas VOCÊ MULHER AINDA MELHOR, hoje eu tenho a alegria de apresentar uma mulher mignon que se agiganta diante das oportunidades. A Amélia Pinheiro Bellé é uma das personagens do meu livro - à venda na ESSEN VINHOS e pelo e-commerce da Bioart, neste link aqui - e conversou comigo na sessão de autógrafos, no Dia da Mulher, no SEBRAE-SC. 

 

Nascida em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, Amélia Pinheiro Bellé aderiu desde cedo à tradição da família. Recrutada aos 13 anos para a barbearia e salão do pai, Gilberto Pinheiro, a estagiária adolescente mantinha as mãos ocupadas e o olhar fascinado, absorta pela mágica de elevar o espírito com um corte de cabelo. Dominando a tesoura, com seus próprios clientes, o passo seguinte foi abrir o próprio negócio, aos 21 anos, compensando com trabalho a total falta de capital.

 

Noiva do cinegrafista Cristiano Bellé, Amélia juntou os R$ 550,00 emprestados pela futura sogra e uma amiga, no ano 2000, mais quatro folhas de cheque destinadas ao pagamento das despesas pré-assumidas, como aluguel, água, energia e a compra de produtos. Nascia assim, em uma semana, o primeiro endereço do Salão Amélia, onde a jovem empresária aplicava as técnicas afiadas com sacrifício, nas longas viagens de 10 horas até a Keune, em Curitiba.

 

Sempre fiel à marca holandesa, Amélia passou a ministrar capacitações percebendo na venda dos produtos um grande negócio paralelo ao salão. Ao criar coragem para pleitear o direito à Representação da Keune, não desistiu do negócio nem mesmo diante de consistentes obstáculos: os resultados negativos de quem usufruía da vaga, o alto custo do “passe” de Distribuidora, e a necessidade de mudança imediata para Florianópolis. Vendendo o carro, para honrar a entrada, seguiu trabalhando em Cruz Alta – onde mantinha clientes fiéis e de onde gerenciava a distância a Distribuição executada pelo marido nos cinco anos seguintes – até se mudar de mala e cuia para a cidade onde ergueu seu império.

 

Abdicando de todas as vaidades e desejos de consumo, Amélia empreendeu nos anos seguintes a construção da sede própria do showroom da Keune, obra com 1.100 m2 iniciada quando seus recursos só somavam 10% do valor total, abriu um salão próprio em endereço nobre, o Soul’s Beauty, e ultrapassou as formações técnicas para investir no papel de gestora, cursando Administração, MBA em Gestão de Negócios Internacionais, Coach de vida e Coach executivo, e curso de Eneagrama, para compreender as diferentes personalidades e liderar equipes com mais propriedade.

 

Mãe da Ana Clara e da Ana Cecília, Amélia comemorou suas conquistas compartilhando resultados. Por meio do projeto Beleza Fraterna mobiliza cabeleireiros, da própria equipe ou de salões parceiros, para que atendam uma vez por mês no showroom da Keune. Contribuindo com o trabalho voluntário, fornecendo as instalações, os produtos e a divulgação, já direcionou mais de R$ 100 mil a entidades assistenciais, que atendem prioritariamente crianças e idosos.

 

Para ultrapassar a dimensão do assistencialismo, ainda criou mais recentemente o projeto Beleza que Transforma, uma formação para cabeleireiros totalmente gratuita, direcionada a quem, comprovadamente, não teria recursos para financiar um curso do gênero, com uma grade curricular que compreende desde orientação financeira e psicológica, até o preparo técnico para despontar no mercado de trabalho.

 

Premiada como Melhor Performance Keune no Brasil, em duas edições, distinguindo-se nos 10 indicadores analisados, Amélia segue a premissa de que “ninguém veio para a vida a passeio”. Com foco no crescimento e na elevação da consciência – única forma, segundo ela, de substituir o “pacote pronto”, previsível, o que os outros induzem ou nos propiciam – consegue atender o que a alma dita, assumindo com protagonismo as escolhas, os riscos calculados e os grandes resultados da própria vida.

 

 

 

 


 

Quer saber onde encontrar o livro mais próximo de você? Escreva para editora@analavratti.com.br

ENTREVISTA: Gravação e edição da Canal 3 / TV Sebrae

FOTOS: Gabriela Müller

 

Amélia Pinheiro Bellé segurando um livro aberto
Estreia na profissão aos 13 anos

Ana Lavratti

  • imagem de lavratti
    Ana Lavratti é Jornalista e Mestra pela UFSC com pesquisa sobre a Notícia em Meio Digital Online. Acumula experiência em mídia impressa, eletrônica e assessoria de comunicação. Também é escritora, autora de 6 livros e 4 e-books, e atua como colunista social desde 2014. www.analavratti.com.br / social@analavratti.com.br Curta o Instagram @analavratti

Notícias Relacionadas