Curso online gratuito ensina como criar do zero um canal no YouTube

21 de Setembro de 2020

Novo treinamento da plataforma Collabplay, criada pela HostGator, mostra o passo a passo para colocar um canal no ar, gravar e editar vídeos, além de divulgar o conteúdo

O isolamento social causado pela pandemia de Covid-19 demonstrou a importância da presença online para negócios de todos os tipos. E das várias formas de estar presente na internet, uma das que ganharam mais visibilidade - nos últimos anos em geral, e nos meses recentes em particular - é o formato de vídeo. Hoje, o YouTube é o segundo site mais acessado no mundo. Mas como produzir conteúdo em vídeo que ajude a conquistar mais clientes?

O mais recente curso do Collabplay - YouTube para Iniciantes: Como criar e crescer o seu canal - trata exatamente disso. Gratuito, o treinamento ensina a começar um projeto no YouTube do zero, mesmo para quem não tem nenhuma prática no assunto. O Collabplay é a plataforma de educação online da HostGator, multinacional de hospedagem de sites e presença online. Os cursos são voltados para quem quer empreender na internet e envolvem temas ligados a negócios, tecnologia, design, entre outros.

O novo curso é ministrado por Dionatan Simioni, dono do Diolinux, canal de tecnologia com mais de 400 mil inscritos, focado na cultura Open Source e no mundo Linux. “Ter site ou blog para centralizar as informações é o mínimo. Criar conteúdo em vídeo é um diferencial que nem todos se dedicam a manter, ainda que esse tipo de conteúdo venha se tornando cada vez mais relevante”, diz Simioni. “Escrevo meu blog desde 2011, mas minha presença online se modificou depois que comecei a investir em vídeo. Trouxe reconhecimento e crescimento para o projeto”. Para fazer o curso e receber o certificado participação é preciso se cadastrar no Collabplay.

Mas por que um canal no YouTube é considerado uma ferramenta tão poderosa de presença online? Com a palavra, Simioni, que resume sua visão sobre o assunto em três pontos:

Vídeos são um formato mais fácil de consumir

“Do ponto de vista da praticidade, os vídeos são conteúdos mais fáceis de serem consumidos. Eles podem contar com apelo visual e narração, e isso facilita o consumo rápido de material e informação nestes dias corridos. Se o seu cliente não conseguir parar para ler o seu texto, isso pode ser um problema.”

Vídeos geram intimidade

“No geral, os usuários estão saturados de empresas querendo vender seus produtos a todo custo. Mais do que nunca, as pessoas buscam conexões. Verdades nas amizades e relações de respeito e reciprocidade. Infelizmente, é uma tarefa árdua transmitir tudo isso somente através de textos.

Ao ler um texto, as pessoas talvez escutem uma “voz” narrando a história. Mas é difícil transmitir uma noção clara da entonação que o autor dá aos seu discurso: se está feliz, se a voz está cansada, se está nervoso, etc. Seres humanos sabem ler gestos e contexto e, o mais importante, se identificam com pessoas que pensam e agem de forma semelhante à sua. Daí a relevância do conteúdo em vídeo.”

Vídeos ajudam a potencializar clientes

“Ninguém, em sã consciência, compra algo sem ver, testar ou ao menos ler uma avaliação. Independentemente do tipo de negócio que você tenha, seja ele totalmente digital ou não, produzir conteúdo em vídeo vai chamar a atenção dessas pessoas. Você pode mostrar para os seus clientes como é o dia a dia da sua empresa. Isso transparece que ela é feita de pessoas de verdade que realmente se importam em encontrar soluções para outras pessoas.

Notícias Relacionadas