Publicidade
Rede social Google+ agora está aberta a todos
20 de Setembro de 2011

Rede social Google+ agora está aberta a todos

Publicidade

 

O Google está abrindo sua rede social Google+ a quem quiser participar, sem necessidade de convite
 
Depois de quase três meses aberto apenas a convidados, a rede social Google+ passa a aceitar a participação de qualquer interessado. A novidade foi anunciada hoje por Vic Gundotra, vice-presidente sênior de engenharia do Google. Num post publicado no blog da rede social, ele fala dos 99 aperfeiçoamentos feitos no Google+ desde sua abertura, em junho, No final, anuncia a novidade número 100, que é a abertura do serviço ao público geral.
 
Quando o Google+ foi aberto, três meses atrás, os convites para a rede social do Google tornaram-se muito disputados. No seu primeiro mês de atividade, o site conquistou mais de 20 milhões de usuários. Passado o entusiasmo inicial, porém, a atividade no Google+ começou a diminuir. Nos últimos dois meses, o volume de posts publicados caiu 41%.
 
 
Hangout
 
Além de anunciar a abertura para o público, o Google apresentou uma série de melhoramentos no recurso Hangout, que possibilita conversas com vídeo entre os usuários por meio da webcam do computador. O Hangout vem sendo usado tanto para conversas pessoais como para transmitir aulas, apresentações e até shows musicais. Agora, esse recurso pode ser usado também em celulares com o sistema Android.
 
Além disso, nas telerreuniões com o Hangout, um usuário pode compartilhar a tela do seu computador com os demais. Assim, os outros podem ver que está sendo exibido nela, como uma apresentação de fotos ou a indicação de um local num mapa, por exemplo. Um caderno de desenho compartilhado permite rabiscar coisas para que os outros vejam. O Hangout também passa a permitir o compartilhamento de documentos no Google Docs.
 
O Google também criou uma nova modalidade de transmissão, o Hangout No Ar. Funciona mais ou menos como um YouTube ao vivo onde até nove usuários podem transmitir imagens e qualquer um pode assistir. E é possível dar um nome a cada sessão para facilitar sua identificação. Por fim, o Google criou uma interface de programação (API) que vai permitir o desenvolvimento de aplicativos que vão usar esse recurso do Google+.
 
Outra novidade é que o Google+ passa a ter seu próprio mecanismo de busca. Um pouco estranho, ele lista tanto resultados encontrados no Google+ como páginas de outros sites da web. Gundotra diz que as novidades serão liberadas para os usuários ao longo do dia. Ao menos a busca ainda não estava funcionando bem para os brasileiros no início desta tarde. 
 
Em outro post, no blog do Google+ para dispositivos móveis, Punit Soni, gerente de produtos móveis, anuncia outras novidades que estão sendo incorporadas ao Google+ em smartphones e tablets. Uma delas é que passa a ser possível adicionar uma pessoa a uma conversa apenas incluindo seu nome precedido pelo sinal de mais. Os usuários também poderão “curtir” comentários no iPhone usando o botão +1. Segundo Soni, esse recurso deverá ser levado também ao Android em breve.
 
Usuários de dispositivos móveis passam, ainda, a poder usar seu smartphone ou tablet para editar a foto do perfil, configurar notificações e baixar fotos do Google+ para o dispositivo. Por fim, há melhoramentos no recurso de comunicação por SMS, que ainda não está disponível no Brasil.
 
Facebook
 
Vale observar que o Facebook tem anunciado novidades continuamente, várias delas inspiradas no Google+. É o caso dos melhoramentos nas listas de amigos, que ficaram mais parecidas com os círculos do Google+. O Facebook também copiou tanto o Twitter como o Google+ ao oferecer o botão Assinar. Por enquanto, a rede de Mark Zuckerberg tem reagido com rapidez ao avanço do Google e mantém sua tranquila liderança. Vai ser interessante ver o que vai acontecer agora que o Google+ está aberto para todos. 
 
Fonte Portal Exame

Publicidade
Publicidade
Publicidade