Publicidade
Pau de selfie é proibido nos principais museus do mundo
12 de Março de 2015

Pau de selfie é proibido nos principais museus do mundo

Publicidade
1426099038952 Turistas utilizando o pau de selfie dentro do National Gallery, em Londres.

 

Publicidade

  Em Londres, a maior pinacoteca do mundo, a National Gallery, proibiu o uso do chamado popularmente como “pau de selfie” sob a alegação de que enquadra-se na categoria de tripé, que já era banido, por trazer risco de danificar as obras de arte e o campo visual de outros visitantes, diz administradores, em matéria do Estadão. No museu do Louvre e no Palácio de Versalhes, segundo publicação do jornal Metro, mais ou menos o mesmo: a preocupação com a quantidade de paus de selfie num mesmo ambiente, repletos de peças valiosas (preço e historicamente), e alguém muito desastrado acabar causando um acidente irreparável ou até ferir outras pessoas. MoMA e o Guggenheim, em Nova York; o Museu de Belas Artes de Boston e o J. Paul Getty, em Los Angeles; os 19 museus administrados pela Smithsonian Institution, em Washington; Galleria degli Uffzi, em Florença, na Itália; o Stedelijk Museum e o Hermitage Amsterdam, na Holanda… todos proibiram também. Pelo jeito, a tendência será esta, até afetar todos os museus do mundo, inclusive os brasileiros. Uma notícia boa para quem gosta de usar a ferramenta, é que muitos eventos adoram quando seus visitantes e público utiliza o “pau de selfie” e outras ferramentas para registro do local; assim, essas pessoas publicam em suas redes sociais e divulgam indiretamente o produto/local/evento. Afinal, o “pau de selfie” não é tão ruim assim…

Publicidade
Publicidade