Publicidade
Para que serve uma Plataforma de E-commerce
27 de Agosto de 2012

Para que serve uma Plataforma de E-commerce

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Cristiano Chaussard 27 de Agosto de 2012 | Atualizado 03 de Dezembro de 2021

Como vimos no artigo “Loja Virtual versus Loja Física – Qual é o melhor investimento?“, uma plataforma de e-commerce  é muito mais que uma mera ferramenta. Vimos que trata-se de um conjunto de serviços prestados em continuidade e no contexto de um relacionamento sustentável entre o lojista e sua plataforma preferida.

Mas você sabe exatamente o que é gerenciado na ferramenta disponibilizada pela plataforma de e-commerce?

Publicidade

Por detrás de uma linda loja virtual existe um conjunto de bancos de dados, sistemas e servidores que auxiliam o lojistas a:

– Automatizar o processo de vendas tornando o dispensável a existencia do vendedor como hoje conhecemos. O vendedor passa a ser substituído pela redação e apresentação encantadora e completa sobre o produto em sua página de descrição.

– Organizar o catálogo de produtos, preço e promoções de forma com que o consumidor consiga encontrar o que procura sem precisar do auxílio de um vendedor.

– Viabilizar a comunicação do consumidor por voz ou texto quando tiver suas últimas dúvidas ou quiser negociar preço e condições.

– Organizar todo o conteúdo institucional ou legal da loja. Exemplo: Quem somos, contatos, política de devolução, garantias, selos, etc.

– Viabilizar a criação das páginas de pouso das promoções feitas pela loja realizando assim a estratégia de Inbound Marketing.

– Controlar as finanças provenientes das vendas online.

– Controlar o estoque dos produtos disponíveis na loja virtual, integrar o controle com os estoques de outras lojas e permitir que o produto somente seja solicitado se ainda estiver disponível em estoque.

– Controlar os pedidos e o processo de entrega.

– Controlar a expedição dos produtos rumo ao domicílio do cliente.

– Manter o histórico de compras e de intenção de compras dos clientes.

– Automatizar o pagamento via cartão de crédito, débito e transferência bancária.

– Controlar o faturamento por boleto bancário e no caso da venda no atacado, controlar as comprar com crédito para faturamento à prazo.

– Informar o cliente sobre o status de seu pedido.

 

Estas são somente algumas das tarefas que pude lembrar que uma boa plataforma pode automatizar. Reflita comigo: na loja física, quantas pessoas são necessárias para fazer o que esta tecnologia faz?

Publicidade
Publicidade