Publicidade
O Globo comemora 20 anos de seu site investindo em realidade virtual
01 de Agosto de 2016

O Globo comemora 20 anos de seu site investindo em realidade virtual

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Para comemorar a chegada aos 20 anos, O Globo lançou sua primeira matéria de realidade virtual 360º realizado pela equipe do jornal, durante o evento Evolução das mídias na era digital, que reuniu em sete painéis diferentes especialistas sobre o tema, entre os quais Howard Rheingold, ex-professor da Universidade de Stanford e uma das mentes mais criativas do Vale do Silício; Erick Bretas, diretor de Mídias Digitais da TV Globo; e o cientista-chefe da Cappra Data Science, Ricardo Cappra. Realizado no último dia 28, foi transmitido via streaming em tecnologia 360º e contou com os apoios de Samsung, Gafisa e Therezópolis.

A realidade virtual, é uma área de interesse da equipe de jornalismo do jornal, mas ainda está no começo. A primeira matéria, Como a Olimpíada transformou a cidade do Rio, foi produzida em parceria com a Uview360 (startup brasileira especializada em produção de conteúdo em VR) e foi exibida exclusivamente em um stand no evento de mídias digitais, com o apoio da Samsung, que vem investindo fortemente no segmento.

Publicidade

Felipe Goron, diretor-executivo de mercado anunciante da Infoglobo, holding que controla O Globo, afirma que hoje o retorno comercial do jornal ainda vem 85% do impresso e 15% do digital. Segundo ele, nos últimos três anos, foi possível evoluir na receita digital e já existem projetos 100% digitais. A intenção é reforçar, cada vez mais, a característica multiplataforma do jornal.

Crescem, também, as receitas vindas de mídia programática e publicidade nativa. Segundo ele, o maior desafio do site em anos recentes foi consolidar a audiência local e a nacional, pois através da web passou a atingir um público além do Rio de Janeiro. “Outro grande desafio é habituar o nosso leitor de papel a também consumir nossos produtos web e mobile. O alcance, a frequência e a instantaneidade são diferenciais do digital”, diz Goron.

Publicidade
Publicidade