Publicidade
Uma multidão de peemedebistas catarinenses condena a traição de Renan Calheiros
03 de Outubro de 2005

Uma multidão de peemedebistas catarinenses condena a traição de Renan Calheiros

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

03-10-05 – Mais de 5.000 militantes do PMDB reuniram-se ontem, no município de Palhoças, localizado a 25 quilômetros de Florianópolis, sob tendas de circo, debaixo de sol forte, representando todas as regiões de Santa Catarina, e chamavam, aos brados, o senador Renan Calheiros de "traidor". Isso levou o presidente nacional do PMDB, deputado federal Michel Temer, traído por Calheiros na semana passada, na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, a declarar: "O senador Renan Calheiros ultrapassou qualquer limite da ética com seu gesto indigno". O encontro foi realizado pelo partido para discutir seu projeto de governo. Estavam presentes os governadores da região sul, Luiz Henrique da Silveira (SC), Germano Rigotto (RS), Roberto Requião (PR), o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, e lideranças do PMDB catarinenses.

Fonte:Vedeoversus

Publicidade
Publicidade
Publicidade