Publicidade
theSign é a responsável pela nova identidade visual do Catraca Livre, que ampliou sua atuação
30 de Abril de 2015

theSign é a responsável pela nova identidade visual do Catraca Livre, que ampliou sua atuação

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

O portal Catraca Livre, idealizado pelo jornalista Gilberto Dimenstein, e firmado no mercado jornalístico, renovou sua identidade visual e ampliou sua cobertura de notícias. Seu lema agora é “comunicar para empoderar” e passa desde já a publicar temas que vão além da agenda cultural da capital paulista e de outras grandes cidades brasileiras. O antigo slogan “a cidade na sua mão”, que marcou o veículo de comunicação nos últimos anos, deixou de ser utilizado pela redação.

O responsável por sua nova logo é a agência theSign, que pôs no site a catraca característica do portal à esquerda, ao lado de seu nome, com fontes também diferentes da versão anterior. A ideia dos jornalistas do portal foi reforçar o “posicionamento para a construção de cidades mais educadas, criativas e acolhedoras”.

Publicidade

Slogan e logo têm relação direta com o quesito editorial. Ao publicarem as novidades, destacará o leque de conteúdo maior, indo ao encontro do que os internautas relacionavam à antiga versão do portal. “Essa mudança foi estimulada por pesquisa que mostra a percepção do leitor em relação ao Catraca Livre, como um espaço que o ajuda nas mais diferentes áreas além da cultura: saúde, educação, consumo, meio ambiente, viagens, mobilidade, moda, gastronomia, cidadania ou até como cuidar dos filhos”.

O lema
Com a palavra, equipe do Catraca Livre: “A escolha da palavra ’empoderar’ tem uma razão óbvia: significa fazer com que o leitor tenha mais poder sobre sua vida, usando a comunicação. Há também uma razão não óbvia: a palavra ‘empoderar’ foi criada por um dos mais importantes educadores brasileiros – Paulo Freire. Ele a usou em um livro que, traduzido para o inglês, virou ‘empowerment’. Desde então, há um mal entendido. Não se sabe que essa palavra foi inventada no Brasil. Estamos assim recuperando uma justa autoria”.

Publicidade
Publicidade