Publicidade
Sapesc homenageia sete personalidades que deram importante contribuição ao setor da propaganda
12 de Outubro de 2005

Sapesc homenageia sete personalidades que deram importante contribuição ao setor da propaganda

Twitter Whatsapp Facebook

26-10-05 – Durante 15 dias AcontecendoAqui publicou, em dias alternados, o perfil de cada um dos agraciados com o Troféu Sapesc de Contribuição à Atividade Publicitária. Trata-se de um dos principais eventos do meio publicitário catarinense, que em sua segunda edição estará homenageando os profissionais e respectivas empresas. Essas matérias contaram com o apoio da jornalista Débora Almada, da Estratégia Comunicação, de Florianópolis.

Confira a seguir o perfil dos sete homenageados pela

Pedro Sirotsky


11-10-05 – O empresário José Pedro Pacheco Sirotsky, que no dia 26 será agraciado com o Troféu Sapesc de Contribuição à Atividade Publicitária, nasceu em Porto Alegre, em 19 de outubro de 1956. ?? acionista e
vice-presidente do grupo RBS, fundado em 1957 por seu pai, Maurício Sirotsky, e controlador de 17 emissoras de TV, 26 emissoras de rádio AM e FM, 6 jornais diários e um portal na Internet.

Pedro Sirotsky cursou Administração e Marketing no Japão e na Europa. Nos Estados Unidos, onde residiu em 1987, estudou na Universidade de Claremont, no Peter Drucker Management Center. Foi presidente do Fórum de Integração do Cone Sul de 1992 a 1997, constituído por entidades de marketing da Argentina, do Uruguai, Paraguai e Brasil.

Organizou e presidiu três congressos de Marketing do Cone Sul. Participa de diversas entidades associativas e profissionais, entre as quais a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), a Associação Catarinense de Imprensa (ACI), a Associação de Dirigentes de Vendas do Brasil (ADBV SC e SP), a Associação Catarinense de Rádio e Televisão (ACAERT), Associação Junior Achievement, é membro do Conselho Consultivo e do Comitê de Marketing da WWF-Brasil e presidente da Associação Israelita Catarinense.

Raul Isac Araújo

14-10-05 – Estamos publicando hoje a segunda parte, de um total de 7, do Especial Troféu Sapesc, um dos principais eventos do meio publicitário catarinense, que em sua segunda edição estará homenageando os profissionais e respectivas empresas

Perfil Raul Isac Araújo
O argentino Raul Isac Araújo veio para o Brasil em 1952, com apenas 16 anos. Começou sua carreira profissional como assistente de câmera e participou como diretor, assistente de direção e montagem e produtor de inúmeros filmes nacionais de longa-metragem. Seu nome é citado em várias publicações sobre o cinema nacional.

Em 1972, veio para Santa Catarina, onde, junto com Saulo Silva e Emílio Cerri fundou a Quadra Som + Imagem + Comunicação Ltda, que então era produtora de filmes comerciais.  Sob sua direção, foram produzidos os primeiros comerciais para televisão
em Santa Catarina. Em 1985, com Emílio Cerri, fundou a SC Serviços de Comunicação Ltda.

Atualmente, é produtor eletrônico da ??ngulo Propaganda.

Antônio Carlos Loução

17-10-05 – Loução é um dos responsáveis pelas ações de prospecção e consolidação da cerâmica Eliane em novos mercados, que transformou a companhia de Cocal do Sul, no sul do estado, em líder nacional nas exportações de revestimentos.

Funcionário da Eliane Revestimentos Cerâmicos desde 1976, Antonio Carlos Loução, outro dos homenageados com o Troféu Sapesc de Contribuição à Atividade Publicitária, assumiu a diretoria comercial e de marketing da empresa em 1997. Desde então, é um dos responsáveis pelas ações de prospecção e consolidação da cerâmica em novos mercados, política que transformou a companhia de Cocal do Sul, no sul do estado, em líder nacional nas exportações de revestimentos.

No ano passado, as vendas externas da companhia renderam US$ 67 milhões, quase 20% do faturamento das exportações do país no segmento. O resultado ajudou a empresa a fechar o ano com faturamento de R$ 556 milhões, uma expansão de 13,8% na comparação com o ano de 2003.

Além da experiência prática, Loução, que também é responsável pela área de logística da companhia, aprimorou os conhecimentos em gestão com uma série de cursos. Graduado em administração, fez MBAs em marketing, gestão empresarial e gestão de comércio exterior pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Também é membro do Conselho Administrativo da Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimento (Anfacer) e da Associação Brasileira de Materiais de Construção (Abramat)


Sylvio Victorino e Joceli da Cruz da Editograf
20-10-2006  – O primeiro fotolito catarinense ninguém esquece. E os sócios Sylvio Victorino e Joceli da Cruz têm muita história pra contar sobre esse segmento. Especialmente sobre os primórdios da propaganda catarinense. Foram eles que trouxeram para a Capital a primeira gráfica com impressão off set da região. O primeiro fotolito do estado foi feito na Editograf, na década de 80.

Fundada há 32 anos, a gráfica faz parte da história do mercado publicitário catarinense por ter proporcionado qualidade gráfica aos trabalhos das agências locais, numa época em que a maioria destes trabalhos precisava ser finalizada em outros estados.

De 1990 a 1993, Sylvio Victorino presidiu a seção regional da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Regional de Santa Catarina). O reconhecimento ao trabalho de 32 anos de Sylvio e Joceli será feito durante a entrega do Troféu Sapesc, dia 26, num jantar de adesão no Lira Tênis Clube.


Reconhecimento à Universidade que mais forma publicitários no Estado

21-10-05 – Na segunda edição do Troféu Sapesc de Contribuição à Atividade Publicitária, a entidade decidiu fazer uma homenagem especial à Unisul, representada pelo reitor Gerson Luiz Joner da Silveira. A homenagem, segundo o presidente do Sapesc, Saulo Silva, é mais que justa. Afinal, diz, ???todo ano a Unisul forma cerca de 80 novos publicitários???. E Gerson tem sido rigoroso, nisso: exige dos Cursos de Comunicação da Unisul ??? o de Tubarão e o da Pedra Branca ??? excelência no ensino,  formação de profissionais capazes de pensar a comunicação, sobretudo neste momento em que ela passa por profundas e rápidas transformações. E de exercê-la a partir de irremovíveis princípios éticos.

Mas não é só: a Unisul é, entre as Universidades do Estado, aquela que vem, há mais tempo, prestigiando a propaganda. Primeiro, porque tem sido, ao longo do tempo, a que mais investe. Segundo, porque só faz isso através de suas duas agências de publicidade. E Gerson Jones da Silva é intransigente nisso: não admite sequer a hipótese de passar por cima de suas agências, seja qual for a iniciativa que se tome na área da comunicação de marketing.

O reitor da Unisul, que receberá o prêmio, é formado em Direito e Especialista em Administração Universitária e Desenvolvimento Organizacional. Exerce o segundo mandato como reitor (2001/2009), tendo sido vice-reitor de 1993 a 1997. ?? professor titular de Direito Administrativo, Direito Tributário e Legislação Social da Unisul e vice-presidente para o Brasil da OUI (Organização Universitária Interamericana).


Evilásio Vieira

24-10-05 – Natural de Indaial, no Vale do Itajaí, Evilásio Vieira viveu a maior parte da sua vida em Blumenau, onde fundou em 1958 a Rádio Nereu Ramos, uma das maiores emissoras de rádio de Santa Catarina, com 25 kw de potência e abrangendo grande área geográfica.

Na carreira política, galgou vários postos, chegando a prefeito de Blumenau em 1969 e senador da República em 1974. Lazinho, como era conhecido, foi um dos grandes incentivadores da criação da Universidade Regional de Blumenau (FURB). Presidiu a extinta Sudesul e foi secretário estadual da Indústria, Comércio e Turismo.

 


Helmut Ernesto Fallgatter

25-10-05 – Nascido em Curitiba em 1909, Helmut Ernesto Fallgatter dedicou grande parte de sua vida aos esportes e à Sociedade Ginástica de Joinville, cuja sede foi construída num de seus sucessivos mandatos como dirigente. Durante 30 anos, dirigiu também a Drogaria Catarinense, a maior rede privada de farmácias do Estado.

Em 1956, Fallgatter assumiu o controle do Jornal A Notícia, sendo responsável pelo processo de modernização que elevou o veículo à condição de um dos mais respeitados do país, motivo pelo qual está sendo homenageado pelo Sapesc. Em 1960, afastou-se da vida empresarial para assumir a Prefeitura de Joinville, que comandou de 1961 a 1965. Faleceu em 2000.

Publicidade