Publicidade
A alteração de conduta dos consumidores traz uma responsabilidade para o marketing de influenciadores
11 de Agosto de 2023

A alteração de conduta dos consumidores traz uma responsabilidade para o marketing de influenciadores

Consumidores esperam um marketing de influenciadores conscientes

Publicidade

No mesmo momento que vemos a evolução do marketing de influenciadores, também estamos observando que todas as ações realizadas têm um impacto na sociedade. Com isso, a preocupação social, ética e valores sempre presente quando os profissionais de marketing não pensam em uma campanha nas redes sociais, plataforma onde o marketing de influenciadores tem bastante engajamento.

Podemos dizer que quando juntamos uma marca que tem responsabilidade com o influenciador correto somados a uma boa estratégia, o poder de impulsionamento desta campanha vai além do foi mensurado.

Publicidade

Os pontos sociais como, por exemplo, educação, saúde (destacando a saúde mental), sustentabilidade e questões sociais é uma forma de fazer o marketing de influenciadores conscientes.

Segundo o site El Publicista, algumas pesquisas indicam que 73% dos clientes pensam no valor da marca atrelando um dos pontos que citamos acima como um dos fatores decisores de compra. Deixando claro, que o posicionamento das empresas quando o assunto é responsabilidade pode ter um impacto bom e com maiores chances de fidelizar consumidores.

Consumidores esperam um marketing de influenciadores conscientes

Segundo um estudo da Nielsen, 81% dos clientes acreditam que as marcas precisam se envolver em causas que auxiliam o meio ambiente, trazendo a importância de se preocupar com a sustentabilidade.

Marisa Oliver, CEO e fundadora da agência de marketing de influenciadores Hamelin Agency, falou à publicação sobre o fato de que “o consumo consciente não é um modismo. É uma necessidade social e envolve todos os agentes ativos do nosso sector, a começar pelas marcas que têm de verificar se os seus produtos ou serviços são socialmente responsáveis ​​antes de os lançarem no mercado”.

Outro relatório, agora, da Kantar Sustainability BrandZ, concluiu que as empresas mais sustentáveis elevaram o seu valor em mais de 31% em 2022, número maior do que as 100 empresas que têm mais valor no mundo.

A forma como o consumidor irá se comportar depende também de como ele é influenciado nas redes sociais e é aí, mais uma vez, que as marcas devem pensar em executar um marketing de influenciadores cada vez mais consciente.

Por este motivo, a empresa que quer engajar em um determinado assunto, principalmente social, deve pensar em influenciadores que “abraçam” a causa. Afinal de contas, a mensagem precisa de credibilidade, não é mesmo? Só a quantidade de seguidores não significa ter um bom engajamento.

“Marcas e influenciadores devem escolher cuidadosamente os temas que desejam promover e relacioná-los com seu público-alvo de maneira sincera e transparente. Ao fazer isso, constrói-se uma conexão mais profunda e significativa que transcende a mera promoção do produto”, completou a CEO da Hamelin Agency.

O marketing de influenciadores é uma evolução boa que o mundo digital proporciona aos consumidores, porém, deve ser aproveitado da maneira correta para trazer o impacto que tem significado para a sociedade.

Foto: Pexels

Publicidade
Publicidade