Publicidade
Indústria recebe aporte de R$ 50 milhões para aplicar em inovação
22 de Junho de 2022

Indústria recebe aporte de R$ 50 milhões para aplicar em inovação

Recurso é fruto de uma parceria entre a Embrapii e o BNDES

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), em parceria com o Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES), anunciam a destinação de R$ 50 milhões em recursos para que indústrias brasileiras de todos os portes e tamanhos apliquem em projetos de inovação na área da transformação digital. A iniciativa foi apresentada ontem (21) na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), em Florianópolis.

De acordo com o diretor de Inovação e Competitividade da FIESC, José Eduardo Fiates, a parceria vai ao encontro da necessidade de fortalecer a capacidade de inovação do estado e o desenvolvimento da competitividade da indústria brasileira. “Nosso incremento do Produto Interno Bruto (PIB) somente terá um crescimento efetivo com a agregação de tecnologia e inovação e, neste caso, o investimento estatal é fundamental”, salientou.

Publicidade

O diretor substituto de planejamento e relações institucionais da Embrapii, Fábio Stallivieri, explica que até 50% dos recursos não são reembolsáveis e os outros 50% devem ser divididos entre as empresas e entre uma das 76 unidades Embrapii, entre elas os Institutos SENAI de Inovação em Florianópolis e Joinville, que devem participar do desenvolvimento da inovação.

Dois focos principais norteiam a parceria. O primeiro é voltado para “Soluções digitais para Agro, Saúde, Cidades Inteligentes e Indústria 4.0” e prevê investimentos em soluções digitais que tornem serviços e processos produtivos mais seguros, eficientes e inteligentes, como automação e robótica; Internet das Coisas (IoT); Inteligência Artificial (IA); Blockchain; computação em nuvem, entre outros.

Já o segundo está dedicado a “Sistemas e Componentes para Conectividade” e é direcionado para o desenvolvimento de tecnologias para serviço de telefonia móvel de quinta geração (5G). A iniciativa visa desenvolver inovações em soluções aplicadas a plataformas de hardware, seus sistemas e componentes para o desenvolvimento das tecnologias de 5G, OpenRAN e semicondutores.

Além de recursos não reembolsáveis, as empresas também contarão com apoio técnico para desenvolver o projeto. O Ecossistema da Embrapii possui uma rede de 76 Unidades Embrapii-ICTs credenciadas com infraestrutura de ponta e pesquisadores qualificados para apoiar a indústria a superar seus desafios tecnológicos.

Publicidade
Publicidade