Publicidade
Exporta SC seleciona 50 empresas catarinenses para se instalarem nos EUA
22 de Janeiro de 2015

Exporta SC seleciona 50 empresas catarinenses para se instalarem nos EUA

Publicidade

Exporta SC seleciona empresas para se instalarem nos EUA: cinquenta negócios catarinenses terão sede na Flórida até o fim de agosto

exporta-sc-sebrae-sc

Publicidade

O Sebrae em Santa Catarina divulgou a lista com os nomes das 50 empresas selecionadas pelo programa Exporta SC. Por meio de um sistema de incubadora de negócios, as empresas irão estabelecer uma sede em Fort Lauderdale, na Flórida, Estados Unidos. O projeto tem como objetivo ampliar as fronteiras comerciais para micro e pequenas empresas do estado.

A partir de agora, as empresas selecionadas irão receber todo o suporte do Sebrae em Santa Catarina, incluindo treinamentos, assistência jurídica, administrativa, fiscal, logística e de marketing, além da análise e adaptação do modelo de negócio para o mercado americano. O projeto Exporta SC também vai oferecer infraestrutura física para as empresas começarem a operar nos Estados Unidos. “O objetivo final é que as empresas catarinenses alcancem a autossuficiência para atuar no mercado internacional”, explica o analista do Sebrae no estado e gestor do projeto, Douglas Luiz Três.

Entre as 50 empresas, oito são de software, sete de moda, 11 do setor metal mecânico, 12 de alimentos, quatro de tecnologia, três de moda e acessórios, duas de móveis e decoração, uma de cosméticos e duas de revestimentos. Todas as regiões do estado possuem pelo menos uma representante entre as selecionadas.

Em março e abril, as selecionadas irão realizar quatro missões internacionais para cursos sobre vendas. Ainda no primeiro semestre, também serão realizadas consultorias e as empresas participarão de capacitações a distância sobre o mercado americano e exportação. A previsão é de que, até o fim de agosto, as 50 empresas estejam com a filial nos Estados Unidos.

“Fazer comércio com os Estados Unidos é um bom negócio para a economia catarinense. Quase 11% do valor total de exportações do estado são direcionados a esse país, somando mais de US$ 1 bilhão. Os Estados Unidos são o principal mercado comprador dos produtos de Santa Catarina”, afirma Douglas.

Os custos mais baixos e políticas de fomento implementadas pelo governo americano atraem empresários brasileiros, o que tem melhorado o fluxo de negócios entre os países. Dinâmico, o mercado norte-americano apresenta oportunidades para produtos e serviços brasileiros. “Queremos incentivar o empreendedor catarinense a explorar novos mercados. Ao buscar a internacionalização, o empresário também fortalece seu negócio no Brasil e impulsiona a economia de Santa Catarina”, diz o analista do Sebrae em Santa Catarina.

Relação de empresas classificadas no projeto Exporta SC:

tabelasebrae tabelasebrae02 tabelasebrae03

 

 

Empresas classificadas por setor:

tabelasebrae04

 

 

 

Fonte: Sebrae

Publicidade