Publicidade
Empresas catarinenses já podem aderir ao mercado livre de energia
06 de Maio de 2022

Empresas catarinenses já podem aderir ao mercado livre de energia

A migração para o mercado livre de energia é regulamentada pelo governo

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

O Estado de Santa Catarina possui 1.849 empresas que já poderiam migrar para o mercado livre de energia, segundo um estudo da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Os benefícios deste ambiente de contratação incluem potencial economia na tarifa, migração para energia renovável, maior controle e uso mais eficiente do recurso. Gráficas, faculdades, hospitais, clubes e pequenas indústrias são exemplos de setores para os quais a migração é bastante vantajosa.

Publicidade

Para chegar a este público, a 2W Energia realizou ontem, 5, em Florianópolis, o evento “Expedição Economia Verde”, com presença do navegador Amyr Klink para falar sobre planejamento futuro e oportunidades no mercado de energia livre. O evento ocorreu no Novotel Florianópolis e recebeu mais de 70 participantes interessados em saber mais sobre este mercado.

“Florianópolis é uma cidade-chave para avançarmos na popularização da opção pelo mercado livre de energia em todo país. Com mais informação, as pequenas e médias empresas terão acesso a um modelo que promove maior economia e sustentabilidade e que até hoje só estava disponível para as grandes organizações”, afirma Claudio Ribeiro, CEO da 2W Energia.

Segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o número de migrações para o mercado livre de energia bateu recorde no ano passado no Brasil, com 5.563 novas Unidades Consumidoras (UCs). Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina estão entre os seis estados com maior volume migrado nos últimos três anos.

Dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)

 

Outro reforço da empresa no avanço deste mercado é o canal de venda direta “2W e VC”, em que coloca consultores de energia para fazer a abordagem porta a porta. Atualmente, a 2W dispõe de 1.500 consultores em âmbito nacional, a maior rede do setor. Além do canal de venda direta, a empresa também atua com canal próprio, digital e televendas.

O mercado livre de energia é uma realidade em diversos países do mundo, como Portugal, Estados Unidos e Alemanha. No Brasil, este mercado está disponível para empresas com o mínimo de demanda contratada e deve chegar a consumidores residenciais nos próximos anos.

Fotos:2W Energia

Publicidade
Publicidade