Publicidade
Competição gratuita de robótica é promovida pelo Instituto Mauá de Tecnologia
22 de Junho de 2022

Competição gratuita de robótica é promovida pelo Instituto Mauá de Tecnologia

1ª edição do RoboChallenge Brasil by Mauá será realizada de 1° a 3 de julho

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Referência no cenário de tecnologia e inovação, o Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) abre as portas para promover a primeira competição nacional de robótica: o RoboChallenge Brasil by Mauá.

O evento gratuito e aberto ao público deve receber aproximadamente 300 robôs e 500 competidores, para disputar em diversas categorias, tais como: Combate Antweight (454 g); Combate Beetleweight (1,36 kg); Combate Fairyweight (150 g); Sumô – 3 kg (Auto); Sumô – 3 kg (RC); Sumô LEGO – 1 kg (Auto); Sumô LEGO Júnior – 1 kg (Auto); Sumô Mini – 500 g (Auto); Sumô Mini – 500 g (RC); Hockey – Mini (3,4 kg); Hockey – Pro (6,8 kg); Follow Line – Júnior e Follow Line – Pro.

Publicidade

Anderson Harayashiki Moreira, coordenador do evento e professor do curso de Engenharia de Controle e Automação do IMT, alerta que as inscrições para as equipes participantes são gratuitas e devem ser feitas até 24 de junho.

“Quando comparamos o Brasil com outros países que se destacam nas competições de robótica, percebemos uma grande diferença na quantidade de torneios realizados ao longo do ano. Por isso, a criação do RoboChallenge Brasil by Mauá inclui no calendário nacional mais uma competição que, desde sua primeira edição, traz toda a experiência e reputação da Mauá na área de robótica, além de apresentá-la de forma prática e lúdica para a comunidade e, assim, fomentar a tecnologia e inovação”, destaca o coordenador.

Além de organizar o RoboChallenge Brasil, a Mauá também competirá no torneio com a equipe Kimauánisso. “Nessas ocasiões, conseguimos colocar à prova nossos projetos, competindo com os melhores robôs do Brasil. A interação com outras equipes dá-nos experiência e possibilita-nos sempre melhorar os nossos projetos”, comenta Harayashiki, que também é o professor responsável pela equipe Kimauánisso.

Dinâmica do RoboChallenge Brasil by Mauá

A categoria de combate é formada por robôs divididos por classes de peso que batalham em lutas de até três minutos, com três categorias distintas: Antweight (454 g), Beetleweight (1,36 kg) e Fairyweight (150 g). A dinâmica é similar às lutas de UFC: ou ganha por nocaute ou por decisão dos jurados.

Já a categoria de sumô de robôs também é formada por robôs divididos por classes de peso, mas existe a divisão quanto ao funcionamento, que pode ser rádio controlado (RC) ou autônomo (Auto). As lutas são inspiradas no esporte tradicional japonês, cujo objetivo é empurrar o oponente para fora do dohyo (ringue de luta). Nessa categoria, as categorias são: Sumô 3 kg (Auto); Sumô 3 kg (RC); Sumô LEGO® 1 kg (Auto); Sumô LEGO® Júnior 1 kg (Auto); Sumô Mini 500 g (Auto) e Sumô Mini 500 g (RC). Nessa categoria, também há uma modalidade exclusiva para estudantes de ensino fundamental e médio: Sumô LEGO® Júnior 1 kg (Auto).

A categoria Follow Line também é conhecida como Seguidor de Linha, cujo objetivo é construir um robô que consiga completar um trajeto definido por uma linha branca no menor tempo possível de forma autônoma, como se fosse uma corrida de carros. Nessa categoria, há duas modalidades: Follow Line – Júnior e Follow Line – Pro. “Vale ressaltar que, nessa categoria, também existe uma modalidade exclusiva para estudantes de ensino fundamental e médio (Follow Line – Júnior). Por fim, vamos realizar competições na categoria Hockey, com dinâmica similar à do hóquei sobre gelo. Três robôs competem contra outros três robôs durante cinco minutos, com o objetivo de realizar a maior quantidade de gols. Os robôs são divididos em duas modalidades: Hockey – Mini (3,4 kg) e Hockey – Pro (6,8 kg)”, conclui Harayashiki.

 

Publicidade
Publicidade