Publicidade
Câmeras robóticas e captação em 4K são algumas das novidades da NSC TV Criciúma
23 de Fevereiro de 2022

Câmeras robóticas e captação em 4K são algumas das novidades da NSC TV Criciúma

Também terá novidades no Jornal do Almoço

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

A partir desta segunda-feira, 21, a NSC TV Criciúma entra em uma nova fase de captação e distribuição de imagem.

Além das câmeras do estúdio passarem a ser robóticas, – com a possibilidade de serem operadas de forma remota – a captação das imagens será em 4k e a transmissão será realizada em full HD.

Publicidade

Luciano Moura, diretor regional da NSC, explica que as novidades trazem também maior eficiência internamente, com uma mesa de vídeo que possibilita a distribuição de sinais utilizando um novo padrão – que une as facilidades do IP com a confiabilidade de trabalhar separadamente o áudio e o vídeo.

“Estamos sempre atentos ao que há mais moderno em tecnologia para atender o público e as marcas, que serão impactados com muito mais qualidade na tela”, afirma Luciano.

O Jornal do Almoço, que está em constante renovação, entra em uma nova fase e irá estrea quadros que atendem os desejos do público local.

Denise de Medeiros, coordenadora de Jornalismo e apresentadora do Jornal do Almoço em Criciúma complementa que “O telejornal tem como foco o localismo, com informações de interesse para a comunidade. Teremos duas estreias, neste primeiro momento, Chama o JA e Blitz da Nutri”.

Dois novos quadros

No quadro ‘Chama o JÁ”, a equipe vai ouvir as demandas da comunidade, mostrando os desafios da cidade e ajudando a construir as soluções. Na série “Blitz da Nutri” a nutricionista Mariely Barcelos irá até os lugares de maior circulação de pessoas para “avaliar” qual seria a forma mais saudável de comer fora de casa a partir do que é oferecido nesses pontos. São lugares como praia, terminal de ônibus, universidades. Quem comanda a atração é a jornalista Rachel Schneider.

Eduardo Maciel, Gerente de Mercado da NSC em Criciúma, afirma que o “Mercado e população se conectam diretamente quando há esta conexão feita pela NSC, materializada também em movimentos como o Criciúma Faz Bem, que dá visibilidade a movimentos locais”.

Publicidade
Publicidade