Revista Época passa a fazer parte da redação integrada de O Globo, Extra e Expresso e apresenta novo projeto gráfico e editorial

20 de Fevereiro de 2018

A Revista Época completa 20 anos em 2018 com uma série de mudanças que, com novo projeto gráfico, editorial e digital, passa a ter um posicionamento único entre as semanais no Brasil - se afastando da tradição de resumir com uma roupagem de revista os fatos dos últimos sete dias. A publicação circulará às sextas-feiras e estreia nas bancas no dia 2 de março.  

A nova Época aposta em relevância, exclusividade e originalidade de assuntos e personagens para surpreender. Recupera o prazer da experiência de se deter nas páginas de uma revista semanal com informações jornalísticas bem escritas, bem apuradas, bem elaboradas, bem desenhadas, destinadas a um público exigente, em busca de contexto, diversidade, credibilidade, utilidade e transparência. Sem superficialidade, sem redundância com os diários e com foco no que interessa para se tornar uma leitura indispensável de fim de semana. 

A versão impressa e no site passa a enfocar em assuntos fora do eixo Rio-Brasília-São Paulo, utilizando-se de repórteres e colaboradores em todo o país. Para isso, a revista pretende lançar séries de reportagens que serão atualizadas online e acompanhadas pela audiência na forma de episódios. Como estratégia digital, vai priorizar minidocumentários, podcasts e vídeos, em vez de apenas replicar o conteúdo da revista impressa na internet. Haverá podcasts com jornalistas da redação integrada e convidados; vídeos com bastidores de reportagens ou histórias produzidas especialmente para a plataforma digital; newsletters semanais enviadas com o cardápio de matérias da próxima edição; membership para assinantes premium que terão vantagens em eventos e promoções de Época.

Na parte editorial, Época mergulhará fundo em grandes reportagens com narrativa literária. Investirá em perfis provocadores e polêmicos, de personagens conhecidos ou descobertos por sua equipe. Emocionará com histórias reais bem contadas, nacionais ou internacionais, relatando episódios de vida que criam conexão com o público e trazem lições e aprendizado. A nova Época irá muito além da cobertura do noticiário: buscará um olhar ainda não explorado para temas batidos e trará análises plurais que despertem reflexão, paixão e debate. 

“O jornalismo profissional é um pilar crucial numa democracia. Mais do que nunca, precisamos de análises claras, de comentários esclarecedores, de reportagens de fôlego, de investigações reveladoras, de informação verdadeira. E precisamos fazer isso tudo isso com rapidez, com habilidade para publicar nosso conteúdo em diversas plataformas, sendo atraente sem deixar de ser informativo”, analisou a nova diretora de Época, Daniela Pinheiro. “Vamos falar de quem toma decisões e de quem é afetado por elas. Vamos mostrar o que se faz de bom no país e fora dele também. Vamos apurar, checar, denunciar e ajudar nosso público a navegar melhor nesses tempos instáveis e estranhos”, concluiu.

A redação de Época passa a ser integrada com a dos jornais O GLOBO, EXTRA e EXPRESSO. Conta ao todo com cerca de 400 profissionais e é uma das maiores da América Latina. Como circulará também para assinantes de O GLOBO e VALOR, a nova Época será lançada em 2 de março com uma circulação que se eleva a mais de 500 mil exemplares.

Novos colunistas se juntam ao já gabaritado time de profissionais cuja missão é levar um olhar crítico, curioso e inédito a assuntos presentes no dia a dia do leitor. Mônica Baumgarten De Bolle, professora da John Hopkins University, falará sobre Economia; Marcos Nobre, professor da Unicamp, terá uma coluna sobre Política; Paulo Roberto Pires, escritor e professor da UFRJ, abordará temas de Cultura e Sociedade e Conrado Hübner Mendes, professor da USP, assuntos nacionais e políticos.  

O projeto gráfico é assinado pelos designers Claudia Warrak e Raul Loureiro – que também desenharam o novo logotipo da marca: “mais simples e direto”.  A tipografia escolhida permite mais texto por página, sem que pareça comprimido.  O layout prioriza o equilíbrio entre colunas de texto e áreas brancas, o que ajuda a distinguir as páginas editoriais das publicitárias. A fotografia ganha maior importância, individualmente ou em ensaios. A escolha das imagens e cortes reforça a identidade do projeto e é, em si, um conteúdo jornalístico poderoso.