Publicidade
Prêmio estimula produção de reportagens sobre políticas públicas e legislação das drogas
18 de Agosto de 2016

Prêmio estimula produção de reportagens sobre políticas públicas e legislação das drogas

Publicidade

O Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) em parceria com a Abraji lançam o Prêmio Gilberto Velho Mídia e Drogas 2016, que tem como objetivo estimular a produção de reportagens sobre políticas públicas e legislação relacionada a drogas.

A comissão organizadora do prêmio irá avaliar reportagens que foram publicadas na mídia impressa ou internet do Brasil entre 16 de outubro de 2015 e 31 de outubro de 2016. As inscrições devem ser feitas via formulário on-line até 31 de outubro de 2016.

Publicidade

O júri irá avaliar o ineditismo das informações divulgadas, o uso de abordagens que contribuam para desafiar ideias pré-concebidas em relação ao tema das drogas, ênfase nos direitos humanos, diversidade de ângulos e fontes, qualidade do texto e capacidade de comunicar ao leitor reflexões críticas e visões inovadoras sobre as políticas públicas e legislação na área de drogas no Brasil.

Os três primeiros colocados receberão prêmios de R$ 7 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil, respectivamente. O júri também poderá eleger duas menções honrosas, no valor de R$ 1 mil cada.

A comissão avaliadora do prêmio é composta pelos jornalistas Andrea Dip, Bruno Torturra, Cristiane Costa e Marcelo Moreira, além dos professores universitários Luciana Boiteux e Luiz Eduardo Soares e pelos pesquisadores Maurício Fiore e Silvia Ramos.

O Prêmio Gilberto Velho é a primeira premiação jornalística dedicada ao tema no Brasil. Em 2015, os ganhadores do primeiro lugar foram os repórteres do jornal Zero Hora, Leandro Maciel, Nilson Mariano, Leonardo Azevedo, Eduardo Oliveira e Jefferson Botega, que realizaram a reportagem “Maconha: É hora de legalizar?”.

Publicidade
Publicidade