Publicidade
Acusado de planejar assassinato do jornalista Auro Ida é condenado a 15 anos de prisão
11 de Julho de 2016

Acusado de planejar assassinato do jornalista Auro Ida é condenado a 15 anos de prisão

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

A juíza da 1ª Vara Criminal de Cuiabá, Monica Catarina Perri Siqueira determinou na última quinta-feira (11) que Rubens Alves de Lima, acusado de planejar o assassinato do jornalista Auro Ida, em julho de 2011, deve cumprir 15 anos de prisão. Lima deverá cumprir a pena em regime fechado, sem apelar em liberdade. Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), Lima teria mandado matar Ida por motivação passional, já que o jornalista estava namorando sua ex-mulher.

O crime aconteceu na madrugada do dia 23 de julho de 2011, na porta da casa da namorada de Auro. O jornalista foi executado com seis tiros. De acordo com o Comunique-se, o assassinato foi encomendado a Evair Peres Madeira Arantes, que na época tinha 17 anos e recebeu R$ 1,5 mil. Ele já foi condenado a 15 anos e seis meses de prisão. O terceiro envolvido, identificado como Alessandro Silva da Paz, foi acusado de contratar o jovem Arantes. Ele foi condenado a 16 anos e seis de prisão em regime fechado.

Publicidade

Ida foi um dos fundadores do site MidiaNews, secretário de Comunicação da Prefeitura e da Câmara de Cuiabá e repórter político do jornal A Gazeta.

Publicidade
Publicidade

pg slot judi baccarat idn togel idn play judi bola tangkasnet slot pragmatic slot88 sbobet88 slot dana judi online joker123 ligasedayu vegasslot77 autowin88 sbobet star77 bo 138 zeus138 mega138 nuke gaming slot cuan138