Novo CEO do Grupo Publicis proíbe suas agências de participar de premiações em 2018

21 de Junho de 2017

O novo CEO do Grupo Publicis, Arthur Sadoun, anunciou esta semana que todas as agências da empresa pelo mundo estão proibidas por um ano de participar de premiações ou esforços promocionais pagos - inclusive o Cannes Lions. A proposta, de acordo com o AdWeek, é economizar.

Em um memorando interno, escrito por Frank Voris, CEO da Re:Sources, unidade de serviços financeiros do Publicis Groupe, a informação é de que o grupo quer reduzir seus custos em 2,5% em 2018 e espera conseguir economizar, em parte, eliminando todas as premiações/feiras pelo próximo ano.

"Isso é obrigatório e as exceções não serão aprovadas. ... A proibição de prêmios/feiras é efetiva para todo o Grupo", destaca o memorando.