Publicidade
3 publicitários catarinenses comentam seus cases vencedores no Cannes Lions 2016
27 de Junho de 2016

3 publicitários catarinenses comentam seus cases vencedores no Cannes Lions 2016

Twitter Whatsapp Facebook

 

Cannes 2016

 

Três jovens publicitários com passagens em agências de Santa Catarina estão comemorando há dois dias os resultados obtidos em Cannes com trabalhos dos quais participaram. 

BRUNO BUENO
Bruno passou a maior parte de sua vida em Florianópolis, estudou na Estácio de Sá, trabalhou na Gas e na Fórmula antes de ir para São Paulo, onde ficou 4 anos na Leo Burnett Tailor Made e 3 na FCB Brasil. Esse ano em Cannes ganhou um leão de bronze em Media e dois shortlists em Promo and Activation e Direct com o trabalho #doepelapriscila feito pelo Clube Sangue Bom em parceria com o SBT pela agência Leo Burnett Tailor Made. 

A ideia é muito simples, fizemos com que a principal personagem de uma novela sofresse um acidente e falamos para os fãs dessa novela que ela só sobreviveria se as pessoas doassem sangue. E foi o que aconteceu. Essa ideia foi concebida por mim, pelo Márcio Bento, Vinicius Pegoraro e Raphael Taira lá em 2013. Como é uma ideia dificil de ser colocada de pé, ela demorou esses três anos para sair. Ficamos muito felizes com o prêmio, mas muito mais felizes em causar uma reflexão sobre doação de sangue em um público que está formando sua opinião, já que a ideia foi feita em uma novela infanto juvenil.

Quem tiver curiosidade, aqui está o trabalho: brunobuenobruno.com/blood-dram-1

Bruno começou a trabalhar na Lola Mullen Lowe Madrid a pouco mais de um mês sob o comando de Pancho Cassis e Chacho Puebla.

——————————————————————

 

GEISON WERNER
Publicitário formado em Santa Catarina onde trabalhou na MDO, Cimed, BZZ e Propague. Desde 2014 está morando em Buenos Aires e trabalhando na Y&R, agencia que tem mais de 150 profissionais. Ele participou do case da marca Freddo que foi shortlist de Print & Publishing em Cannes LIions 2016. 

”A Freddo é uma das sorveterias mais tradicionais e famosas da Argentina, presente também no Brasil e Miami. A ideia da campanha ¨Vegetables¨ foi fruto de um fim de semana na agência com toda a criação (aproximadamente 15 duplas). Ninguém foi obrigado a ir, mas quem quisesse uma inscrição em Cannes não poderia faltar. A Gabriela Hidalgo e eu estávamos lá. Já tínhamos algumas ideias para apresentar anteriormente e recebemos mais um brief – LG – para pensar e desenvolver uma ação para um modelo de celular novo. Foram 2 dias pensando em campanhas exclusivamente para prêmios (veja bem, pensar ideias para inscrever em prêmios não é pensar em fantasma). No final de domingo apresentamos as ideias para a LG e, claro, sacamos da manga as outras que tínhamos. Uma delas era essa, que foi aprovada com os 3 anúncios. Depois passou por um filtro entre todos os trabalhos da agência e foi para a convenção mundial da WPP/Y&R. A Ideia  para a LG era inviável em termos de tempo para execução. Mas quem quiser ver, coloquei no meu portfolio

 

Shortlist
As duas peças selecionadas para o shortlist de Print & Publishing em Cannes Lions 2016 foram Broccoli e Artichoke (Alcachofra). Sinceramente, eu não tinha esperança nessa ideia em Cannes. Me parece uma campanha simples demais num tempo de anúncios de revista com energia solar, com tela touch screen, interativos etc. Até estive falando com o Jason Braun e com o Rogério Alves sobre essas peças e cheguei a conclusão que não tinha muito a ver com Cannes. Mas, como em todo prêmio, nunca se sabe muito bem o que acontece. E terminei me surpreendendo com seleção para o shortlist.

 

Também tivemos um trabalho para o Future Lions que também nos rendeu um Shortlist entre quase 2000 trabalhos concorrendo.

Artichoke

Broccoli

Lettuce

——————————————————————

RAFAEL ZIGGY 
Rafael Ziggy é nascido em Florianópolis, formado na Faculdade Estácio de Sá e começou sua trajetória profissional nas  agências Propague (assistente de DA) e BZZ (DA Jr) em Florianópolis. Desde 2009 mora em São Paulo com passagens por CUBOCC e Wunderman. Pós-graduado pela ESPM, atualmente é Diretor de Criação Associado na Agência Africa.
 

“A gente queria fazer uma homenagem pro Dia do Livro Infantil em abril. O Itaú tem o projeto Leia para uma Criança que distribui milhões de livros infantis todos os anos e a ideia fazia sentido pra marca. No brainstorm veio o insight, se cada vez mais gente fica tanto tempo no celular, por que não levar livros infantis pra lá?

A ideia virou projeto, Livros na Timeline, com obras inéditas escritas por grandes autores. Todas no Facebook, só para celular, entregues na hora de dormir para os pais lerem para os seu filhos.

O Facebook chamou a Africa para uma “maratona de ideias” em Nova Iorque, justo sobre o formato que estávamos usando pra materializar os livros, o Canvas (http://canvas.facebook.com/). Apresentamos o Livros na Timeline (agora “Kidsbook Collection”) para diretores globais de criação das maiores agências do mundo.

Os caras gostaram tanto que nos indagaram se havíamos inscrito em Cannes. A gente nem tinha pensado nisso, mas com o feedback positivo deles, resolvemos arriscar. Mesmo que faltasse só uma semana pra encerrarem as inscrições. 

No meio do caminho veio o único ouro na América Latina no Facebook Awards global. 

Em Cannes sabíamos que os critérios seriam outros, que talvez não fosse muito um trabalho com a cara do Festival, mas tínhamos esperança. O pensamento positivo deu certo. Foram dois leões: cyber e mobile. Ambos de bronze.

O que acho mais legal é o prêmio ter sido consequência de um trabalho que já estava sendo produzido. Por isso todos que trabalharam no projeto (cliente, atendimento, mídia, planejamento, produção) estão comemorando juntos, afinal esse prêmio é de todos nós.

O projeto continua. Depois de Marcelo Rubens Paiva e Luiz Fernando Verissimo, teremos duas autoras assinando outras duas obras. Pra acessar os livros é só acessar a página do Itaú no app do Facebook do tablet 

Para conhecer o case Itau, clique aqui

Publicidade