Prefeitura de Florianópolis lança edital do projeto Floripa Wi-Fi Livre
30 de Julho de 2018

Prefeitura de Florianópolis lança edital do projeto Floripa Wi-Fi Livre

Twitter Whatsapp Facebook

A Prefeitura de Florianópolis lançou edital para implantação e operação do programa Floripa Wi-Fi Livre, que visa oferecer serviço de acesso gratuito à internet por meio de tecnologia Wi-Fi em áreas públicas da cidade, incluindo as unidades de saúde. A pasta responsável é a Secretaria Municipal de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico. A empresa interessada terá prazo máximo de 12 meses para implantação e 5 anos para operação em 147 pontos da capital. Em contrapartida, poderá explorar serviços de comunicação digital na tela de login, exibindo peças publicitárias com duração máxima de 7 segundos. 

São dez localidades obrigatórias de alto tráfego, para suportar no mínimo 500 usuários simultâneos conectados; 43 obrigatórias de médio tráfego, para suportar no mínimo 300  usuários simultâneos conectados e 94 opcionais de baixo tráfego, para suportar no mínimo 100 usuários simultâneos conectados. As propostas das empresas que demonstrarem compromisso em instalar pontos adicionais de internet, bem como em realizar a instalação em menor tempo, terão maior competitividade.

Publicidade

“Vamos cumprir mais um compromisso firmado. Essas ações promovem a inclusão digital em Florianópolis, que é considerada a 6ª cidade mais inteligente do Brasil, de acordo com o ranking Urban Systems Connected Smart Cities. Buscamos melhorar esse índice, já que somos um dos principais polos de tecnologia e inovação do país. Tudo isso sem onerar os cofres públicos, buscando a colaboração da iniciativa privada. Outra preocupação foi garantir uma cobertura uniforme em toda a cidade, tanto que uma das exigências é disponibilizar o serviço nas unidades de saúde do município”, afirmou o prefeito Gean Loureiro. 

Os interessados em participar do programa devem ser pessoas jurídicas nacionais ou estrangeiras, com filial ou sede no país, autorizadas a funcionar no Brasil, legalmente constituídas e estabelecidas, que estejam habilitadas e capacitadas a executar o seu objeto.

“O edital foi desenvolvido a partir de estudos realizados em diversas cidades brasileiras e do exterior que implantaram serviços similares de forma bem-sucedida. Buscamos garantir um serviço que estivesse distribuído em toda a cidade, priorizando áreas que tenham permanência significativa de pessoas, e que seja acima de tudo confiável e seguro. O Floripa Wi-Fi livre é fundamental para tornar a cidade mais inteligente, com cidadãos incluídos digitalmente”, destacou Marcus Rocha, Superintendente Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. 

Confira o edital em pmf.sc.gov.br/arquivos/diario/pdf/26_07_2018_18.55.42.b52b8244c76f2f03a03cdf57f5ff8755.pdf.
 

Publicidade