Publicidade
Investimento em publicidade ultrapassa R$ 36,7 bilhões em 2023
29 de Setembro de 2023

Investimento em publicidade ultrapassa R$ 36,7 bilhões em 2023

Kantar IBOPE Media analisa período do 1º semestre do ano e traz insights para as próximas datas comemorativas

Publicidade

O investimento em publicidade vem acompanhando o momento econômico da sociedade.

Como prova, destaca-se que houve alta de 10% em compra de mídia, totalizando R$ 36,7 bilhões, na comparação entre o 1º semestre de 2022 e o mesmo intervalo de 2023. Isso porque o período deste ano foi marcado pelo fim oficial das emergências sanitárias e pela volta de megaeventos, como o Carnaval de Rua.

Publicidade

Os registros fazem parte da edição de setembro do Data Stories, conteúdo temático produzido pela Kantar IBOPE Media, com o tema “Campanha no ar: Parciais de 2023 sinalizam crescimento da publicidade”, que visa trazer uma radiografia da indústria publicitária no 1º semestre deste ano, auxiliando no planejamento das marcas para as próximas datas comerciais.

Em relação a investimento por setores, aqueles ligados ao deslocamento e à exposição lideraram o ranking, uma vez que o semestre marcado pelo retorno das atividades presenciais. Nesse contexto, os segmentos que mais cresceram foram Automotivo (+52% entre o primeiro semestre de 2022 e o mesmo período de 2023), Bebidas (+42%) e Beleza (+34%).

Vale destacar também que o vídeo contemplou mais da metade da verba de mídia. No intervalo estudado pela Kantar IBOPE Media, 55% do investimento foi aplicado no formato vídeo em cinema, canais digitais e TV aberta ou paga.

De olho na Black Friday

Uma das datas comerciais mais importantes do segundo semestre, a Black Friday, será comemorada em 24 de novembro. Na celebração do ano passado, as categorias que mais apostaram em publicidade foram Lojas de Departamento (US$ 577 mil), Mídia e Conteúdo Digital (US$ 449 mil) e Marketplaces (US$ 287 mil). O investimento do Varejo de Telefonia, por sua vez, cresceu 506% apenas entre outubro e novembro.

Para o consumidor, as decisões de compra estão cada vez mais complexas, pois a jornada passa por múltiplos pontos de contato, fontes de informação e razões para comprar ou não. Nesse sentido, preço (58%), entrega rápida (34%) e facilidade de encontrar produtos (27%) são as variáveis mais consideradas pelo comprador.

Em meios de pagamento, os consumidores preferem usar cartão de crédito na hora de finalizar os pedidos. O método foi usado por 49% dos clientes na última Black Friday. Boleto bancário (21%) e pagamentos virtuais (13%) aparecem na sequência.

Créditos: Freepik

Publicidade
Publicidade